180graus

Retomada dos investimentos - 23/02/2017 às 15h11

Mercado imobiliário do Piauí tem bons indicativos de crescimento em 2017

comserv

A retomada dos investimentos o mercado imobiliário apresenta melhoras no ano de 2017. Com a queda de taxa básica de juros e a inflação desacelerada no Brasil, as oportunidades de conquistar um imóvel estão em potencial. O Conselho Regional de Corretores de Imóveis do Piauí –CRECI participou de um grupo de discussão que debateu o Cenário Imobiliário 2017.

De acordo com o presidente do CRECI-PI, Nogueira Neto, devido ao cenário de crise econômica e política, as construtoras tiveram a necessidade de se desfazer dos imóveis. “O cenário até antes de 2015 era de grande oferta, com a situação econômica as empresas tiveram a necessidade de diminuir o preço. Hoje já vemos uma estabilidade no valor dos imóveis e quem deseja vender ou comprar, sai ganhando”, esclareceu Neto.

DSC_0734.JPG

Além do CRECI-PI, o Sindicato da Indústria da Construção Civil- SINDUSCON também participou do debate que foi mediado pelo empresário Ricardo Loureiro. Para o Sinduscon, as expectativas são realmente positivas e o momento é propício para compra. “É preciso entender o cenário e seus benefícios para que as boas oportunidades sejam aproveitadas. O mercado imobiliário e da construção civil são poderosos indicadores da economia, mas com a crise que sobreveio ao país, tivemos os investimentos afetados. No entanto, é possível perceber melhoras”, disse o presidente do Sindicato, André Baía.

Nogueira Neto ainda relatou que o orçamento dos bancos financiadores aumentaram e isso ajuda o mercado da construção civil. “São 800 milhões de reais que podem aumentar. O orçamento para este ano é bastante positivo, visando a política de juros. Isso é fundamental para alavancar o mercado imobiliário no estado do Piauí”, afirmou o presidente do CRECI.

Desde a última segunda-feira (20), o governo decidiu elevar o financiamento de imóveis com o uso do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS). A medida deve trazer alívio às construtoras, imobiliárias e possíveis compradores, pois existe um potencial de crescimento do mercado em melhorar este ano no Brasil.

Cota única até dia 31 de março - 14/02/2017 às 12h35

Prefeitura inicia entrega dos carnês do IPTU; 92 mil imóveis estão isentos

A Prefeitura de Teresina deu início à entrega dos carnês do Imposto Predial e Territorial Urbano (IPTU 2017). Cerca de 300 mil imóveis estão inseridos no cadastro de IPTU deste ano, sendo 92 mil deles isentos da cobrança. O pagamento da cota única e da primeira parcela devem ser feitos até o dia 31 de março.

Este ano, em virtude da atualização pelo Índice de Preço ao Consumidor Amplo e Especial (IPCA-E), calculado pela Fundação Getúlio Vargas e previsto no Código Tributário Municipal, haverá um incremento nominal de 6,58% no valor do imposto. O contribuinte pode parcelar o IPTU em até seis vezes. Para quem optar pelo pagamento em conta única, o desconto será de 7%.

De acordo com o coordenador Especial da Receita da Secretaria Municipal de Finanças, Alexandre Castelo Branco, só pode usufruir do benefício da cota única que está adimplente desde o dia 31 de dezembro de 2016. “Os contribuintes que pagaram o IPTU até o final do ano passado podem, se desejarem, pagar a cota única com desconto. Essa regra também valerá para os próximos anos”, explica.

A mudança na cota única está prevista no Novo Código Tributário, aprovado pela Câmara Municipal de Vereadores. O Código também prevê outras alterações, como as regras para isenções do imposto. Imóveis com valor de até R$ 45 mil, imóveis cedidos a título gratuito para a Prefeitura de Teresina, estacionamento garagem com o mínimo de três pavimentos e 100 vagas no Centro e servidores efetivos da Prefeitura e da Câmara, além de portadores de câncer e AIDS com imóveis no valor de até R$ 93.355,50, estão isentos da cobrança. Associação de bairros, de moradores, centros comunitários e aqueles previstos nas Constituição Federal também não pagam o imposto.

“Com exceção daqueles que possuem casa no valor de até R$ 45 mil, todas as demais isenções devem ser solicitadas pelo contribuinte em uma das Centrais de Atendimento ao Público”, afirma o diretor de arrecadação. Ele lembra que o contribuinte que solicitar a isenção este ano só gozará do benefício a partir de 2018. “As isenções, que eram concedidas por um ano, passam a valer por três anos, com exceção dos estacionamentos de edifício garagem, que é de dez anos”, complementa.

Fonte: AsCom/PMT

Metade dos imóveis têm falhas - 06/02/2017 às 08h49

Auditoria apontou falhas graves em condomínios do MCMV em Teresina

Foto: Agência Brasil

Foto: Agência Brasil

comserv

Uma auditoria realizada em imóveis do Minha Casa Minha Vida apontou falhas graves em unidades construídas em Teresina. Em todo país, quase metade dos imóveis construídos entre 2011 e 2014 apresentam problemas ou incompatibilidade em relação ao projeto.

Segundo Estadão, de um total de 688 empreendimentos, foram identificadas falhas de execução em 336, que concentram quase 93.000 unidades.

Os principais problemas apontados pela fiscalização do Ministério da Transparência são trincas e fissuras, infiltrações, vazamentos e cobertura. A auditoria também identificou que quatro de cada dez empreendimentos não seguiram totalmente as especificações dos projetos (264 de 688), com problemas relativos à pavimentação e falta de escolas, postos de saúde e falhas na rede de drenagem e esgoto.

As falhas apontadas em imóveis do Piauí são consideradas “graves”, que “comprometem as condições de uso e segurança dos imóveis”, ou da infraestrutura do empreendimento.

Os problemas foram comunicados à Caixa e ao Ministério das Cidades e continuam sendo monitorados pela controladoria do ministério.

 - Clique na imagem para baixar a íntegra do relatório sobre o MCMVempreendimento.png

Programa Habitar Servidor - 26/01/2017 às 17h24

Governo do Piauí e SINTE discutem convênio para construção de moradias

comserv

A diretora-geral da ADH, Gilvana Gayoso, se reuniu nesta quinta-feira (26/01) com a diretoria do Sindicato dos Trabalhadores da Educação (SINTE) para debater a execução do Programa Habitar Servidor, voltado para os trabalhadores da Educação. O secretário de Administração, Franzé Silva, e o diretor administrativo da Seduc, Ronald Moura, além das equipes de Engenharia e Social da ADH, também participaram do evento. Na ocasião, foram tiradas as dúvidas sobre o convênio que deverá ser assinado com a iniciativa privada. Três construtores apresentaram empreendimentos que poderão viabilizados para os servidores da Educação.

A partir do dia 30 de janeiro, os interessados podem buscar os seguintes pontos de vendas: auditório da Agência de Desenvolvimento Habitacional do Estado do Piauí (ADH-PI), no horário de 8h às 13h, Secretaria de Educação, SINTE e as construtoras Obradeq, Macêdo Fortes e Betel que colocarão à venda imóveis (em construção) destinados aos trabalhadores da Educação.

Os servidores da Educação terão vantagens que vão desde descontos no imóvel, parcelamento da entrada em até 12 vezes até a comodidade de fechar o negócio com mais liberdade de negociação. Lembrando que todos os imóveis terão preços diferenciados do mercado e estão disponíveis nas zonas Norte, Sul e Leste da capital.

12f5b40c47_media.jpg

Empreendimentos disponíveis:

• Condomínio Cidade Jardim ( renda familiar a partir de R$ 1.600,00), localizado em Timon (MA) a 5 minutos do Centro Administrativo
• Condomínio Jasmim (famílias com renda mensal bruta de até R$ 2.350) Localizado no Parque Sul- Teresina-PI.Acesso facilitado pela Av. Henri Wall de Carvalho.
• Empreendimento Bosque Norte (renda familiar a partir de R$ 5 mil) próximo ao Aeroporto de Teresina e o Bosque Leste ( renda familiar a partir de R$ 4 mil) localizado próximo à Av. Presidente Kennedy.

Para todos os empreendimento acima, o servidor poderá receber até R$ 30 mil de subsídios, desde que não tenha utilizado o saldo do FGTS para a compra de um imóvel. Todos os cadastros serão avaliados pela Caixa Econômica Federal, agente operador do FGTS. “ Estamos trabalhando para realizar o sonho da casa própria dos servidores públicos do Estado, vamos começar pela Educação. O importante é buscar formas de financiamento e a parceria publica privada pode ser uma saída”, finaliza a diretora, Gilvana Gayoso.

Fonte: Com informações do Governo do Estado do Piaui

Teresina é 11ª do Nordeste - 25/12/2016 às 10h37

As melhores cidades para morar em cada região do Brasil; no nordeste THE é a 11ª

No Sudeste, São Caetano do Sul é a cidade considerada a mais bem avaliada, de acordo com dados do IDH (Índice de Desenvolvimento Humano), referência usada para medição de qualidade de vida de uma região. Florianópolis, Brasília, Palmas e Fernando de Noronha também aparecem como as melhores em suas respectivas regiões.

São Caetano

A melhor cidade do país para se viver tem apenas 15 quilômetros quadrados, é altamente verticalizada (38% de seus domicílios são apartamentos) e tem carros, muito carros. São Caetano do Sul, na região do ABC Paulista, é chamada de “a terra do automóvel” _ tem mais de 100 mil veículos e quase 159 mil habitantes. Além de ter sido o berço da indústria automobilística do país, o alto poder aquisitivo de seus moradores justifica a grande quantidade de veículos. E é a renda de seus moradores, acima dos R$ 2.000 per capita ao mês, que puxa a cidade ao topo do ranking dos municípios com melhor qualidade de vida, segundo o Índice de Desenvolvimento Humano (IDH), indicador que avalia dados de saúde, educação e renda. A expectativa de vida ao nascer é de 78,2 anos.

Florianópolis

Maia de cem praias espalhadas por cerca de 440 quilômetros quadrados atraem surfistas, quem gosta de badalação ou quem quer conhecer um pouco do estilo açoriano ainda preservado em vários pontos da ilha. Florianópolis, um dos principais pontos turísticos do país, é também a cidade com melhor qualidade de vida da região Sul do Brasil, de acordo com o Índice de Desenvolvimento Humano (IDH). Expectativa de vida ao nascer de 77,4 anos, renda per capita ao mês de quase R$ 1.800 e bons indicadores de educação (mais de 70% dos jovens de 15 a 17 anos têm o ensino fundamental completo) fazem da cidade a terceira no ranking geral do Brasil. O turismo impulsiona a economia local, mas também tem seus problemas: no verão, os congestionamentos são constantes. No geral, a temperatura oscila e em torno dos 21 graus, mas no inverno pode chegar a 7,5 graus.

Brasília

Inaugurada em 1960 para sediar a capital do país, Brasília é hoje patrimônio cultural da humanidade e ocupa o ranking do município com melhor qualidade de vida da região Norte do Brasil. Com mais de 2.570.160 habitantes, Brasília tem 5806,6 km² e é uma cidade extremamente urbana (taxa de 97%), mas que ainda preserva o verde. Por conta das atividades ligadas ao Poder Público, sempre há gente de todas as regiões mudando-se para a cidade e o poder aquisitivo de sua população é bem acima da média da restante do país, R$ 1.715,11 per capita ao mês. Mas o índice que mais pesa para Brasília estar no topo do o Índice de Desenvolvimento Humano (IDH) é a expectativa de vida ao nascer da população, de 77,35 anos. Brasília é ainda uma cidade quente e seca _principalmente nos meses de inverno.

Palmas

Capital mais jovem do país, e também considerada a mais quente, Palmas é a melhor cidade da região Norte do Brasil quando se avalia longevidade da população (74,61 anos), renda (R$ 1.087 per capita ao mês) e os indicadores de educação. Criada em 1989, o município de 2.217,83 quilômetros quadrados tem uma população de cerca de 228 mil habitantes que não para de crescer: Palmas possui uma das maiores taxas de crescimento do país nos últimos dez anos. Com menos de 30 anos de idade, o município ainda passa a imagem de “canteiro de obras” com várias construções espalhadas por suas largas avenidas. O setor de serviços é o principal da economia da capital do Tocantins, que ainda reserva inúmeras surpresas para os seus visitantes: praias de rio e cachoeiras.

Fernando de Noronha

Não basta usufruir diariamente de um dos lugares eleitos sistematicamente como um dos mais lindos dos mundos, os cerca de 2.630 habitantes da ilha de Fernando de Noronha, em Pernambuco, ainda têm o privilégio de morar no município com o melhor IDH (Índice de Desenvolvimento Humano) da região Nordeste do país. O IDH leva em consideração esperança de vida ao nascer (75,36 anos), renda (R$ 1034,14 per capita ao mês) e indicadores de educação _em Noronha, todas as crianças de cinco a seis anos estão na escola. Embora não seja uma cidade convencional, tem menos de 17 quilômetros quadrados e um administrador indicado pelo Estado, os índices de longevidade e educação superam o da segunda melhor colocada no ranking nordestino: Recife (74,5).

Veja as cidades com melhores IDH por região:

NORTE

Norte.jpg

NORDESTE

Nordeste.jpg

SUL

Sul.jpg

SUDESTE

Sudeste.jpg

CENTRO-OESTE

Centro Oeste.jpg

Fonte: Veja.com

Carregando, por favor aguarde...
podium
Últimas Notícias
23h40 Campeonato municipal 2016 só termina em 2017. 22h58 Carnaval Manoel Emídio 2017 22h26 Altos vence Picos com gol de Esquerdinha - 1 x 0 18h28 Bandas que Vão Animar os Foliões Hoje na Praça de Eventos 18h18 Abertura Oficial do Carnaval em São João dos Patos - Ma 17h39 Profissionais da Saúde de Campo Maior não dão trégua as DST/AIDS neste carnaval 17h37 Tragédia: Família morre carbonizada após colisão no Piauí 17h19 Socorrista do Samu descobre que filho está morto ao atender acidente 17h18 Árvore cai na BR-343 entre Teresina e Altos; pista ficou interditada. Foto! 17h17 Dependentes podem sacar contas inativas de trabalhadores falecidos 17h14 Veja os municípios alertados pelo TCE sobre limite de gastos com pessoal 17h14 Banco não vai poder cobrar juro maior em caso de inadimplência dos clientes 17h09 Tradicional 'Mela-Mela' reúne centenas de pessoas na orla de Água Branca 16h36 Victor é afastado do 'The Voice Kids' e edição do reality some com cantor 16h30 Carro de médico é incendiado próximo a maternidade de Campo Maior 16h21 Nova versão do ‘indestrutível’ Nokia 3310 é apresentada 16h06 2º dia de carnaval de Monte alegre é só alegria e agitação e muita gente bonita 16h05 Taxista fica ferido em colisão frontal em trecho da BR-343, no litoral do PI 15h45 Motorista desvia de buraco e acaba caindo dentro de barragem no Piauí 15h37 Ministro do governo Temer compara práticas do PT as da máfia italiana 14h35 Paredões no sábado e domingo no Espaço AUCAM em Campo Maior 14h06 Hospital de Floriano realiza primeira neurocirurgia no interior do estado 13h20 Secretária de Saúde de Campo Maior monta 'Barraca da Saúde' e disponibiliza testes de HIV grátis 13h00 Confira 9 dicas para curtir o carnaval em segurança com as crianças 12h58 Eliana mostra seu gingado ao som hit 'Olha a Explosão' de MC Kevinho