Geral

Infraestrutura em destaque · 17/07/2017 - 17h02

Técnicos de ONG percorrem terminais e corredores de ônibus em Teresina

Com essa visita técnica, a ONG possa ter mais subsídios para ajudar a administração municipal


Compartilhar Tweet 1



Um planejamento urbano orientado para o transporte sustentável. Com esse objetivo, representantes da Organização Não Governamental WRI Brasil fizeram, nesta segunda-feira (17), uma visita técnica por Teresina. A ONG dará à administração municipal suporte para revisão do Plano Diretor de Ordenamento Territorial (PDOT).

Na noite desta segunda-feira (17), a partir das 19h, a ONG e o prefeito Firmino Filho dão início a formalização da cooperação técnica para a revisão do Plano Diretor de Ordenamento Territorial (PDOT). O evento acontece no auditório do Conselho Regional de Engenharia e Agrimensura (CREA), no Centro.

Durante a visita, os representantes da WRI Brasil e técnicos da Prefeitura de Teresina percorreram ruas do Centro, os principais corredores do ônibus, além dos bairros Angelim e do Parque Lagoas do Norte. A intenção é que, com essa visita técnica, a ONG possa ter mais subsídios para ajudar a administração municipal no planejamento urbano orientado para o transporte sustentável.

A diretoria técnica da WRI Brasil, Nívia Oppermann, conta que, durante a visita, foi possível ver como Teresina se expandiu. Ela lembra que o momento agora é de parar e pensar como fazer uma cidade mais densa e conectada. “O nosso papel é ajudar a cidade a avaliar a criação de novas centralidades, próximas aos terminais, aos corredores, de modo que o deslocamento das pessoas para ir ao trabalho ou para escola fique mais rápido”, destacou.

De acordo com a secretária executiva de Planejamento Urbano, Jhamille Almeida, a Prefeitura de Teresina pretende, ao revisar o Plano Diretor de Ordenamento Territorial, estimular a ocupação dos vazios urbanos. “Isso passa por uma rede transporte público mais sustentável e mais atrativa. Nossa ideia, com a revisão do Plano Diretor, é estimular a ocupação dos espaços próximos aos corredores. Teresina tem muito a ganhar com essa parceria no sentido de dar aos teresinenses uma cidade cada vez melhor para se viver”, comentou.

A WRI Brasil trabalha com abordagem própria para transformar aspirações e grandes ideias em resultados concretos, garantindo qualidade de vida e um ambiente saudável para a população. Em 12 anos de atuação no Brasil, a ONG apoiou as cidades de São Paulo, Rio de Janeiro e Belo Horizonte na implantação dos sistemas BRT (Bus Rapid Transit).

Palestras e oficinas
Na noite desta segunda-feira (17), além do início da formalização da cooperação técnica para a revisão, técnicos da ONG irão ministrar palestras gratuitas. A coordenadora de cidades da WRI Brasil, Luiza Oliveira, aborda “O plano diretor na busca de uma cidade sustentável”. Em seguida, a analista de desenvolvimento urbano da WRI, Laura Azeredo, fala sobre “o DOTS na revisão do plano diretor”.

Amanhã (18), a partir das 8h30, a equipe da WRI fará uma oficina voltada para os membros do núcleo Gestor e da comissão de acompanhamento do Plano Diretor, além de técnicos da Prefeitura de Teresina. O curso irá abordar a elaboração do PDOT sob a orientação das diretrizes de transporte sustentável. A oficina acontece no Centro de Formação Odilon Nunes, no Marquês.


Fonte: Com informações da PMT