Geral

Campanha de reajuste salarial · 19/05/2017 às 13h01

Servidores da PMT marcam greve geral nos dias 24 e 25 de maio;todos setores

A greve geral, primeiramente de 48 horas, envolverá todos os setores municipais


Compartilhar Tweet 1



Uma paralisação com tempo determinado de 48 horas, nos dias 24 e 25 de maio, foi aprovada em assembleia geral realizada na manhã desta quinta-feira (18) pelo Sindicato dos Servidores Públicos Municipais de Teresina (SINDSERM), no Teatro de Arena, centro da capital. A categoria paralisará as atividades durante o período determinado e já no primeiro dia do movimento, uma nova assembleia será realizada para decidir se a greve continuará por tempo indeterminado.

Em pauta, os servidores discutiram, dentre outros temas, a respeito da campanha de reajuste salarial do ano de 2017, os repasses do Fundo de Manutenção e Desenvolvimento do Ensino Fundamental e de Valorização do Magistério (FUNDEF), devido pela Prefeitura Municipal de Teresina (PMT), os reajustes setoriais e mudanças de níveis para servidores.

No mês de abril, o SINDSERM entregou uma pauta de reivindicações dos servidores para a Secretaria Municipal de Administração e Recursos Humanos (SEMA) envolvendo mais de 100 pontos de solicitações. “As perdas salariais da categoria são de 43,25% e o reajuste precisa recompor o poder aquisitivo dos servidores públicos municipais. Até o momento, não houveram avanços significativos nas negociações e a categoria está mobilizada para lutar pelas reivindicações”, declarou Sinésio Soares, presidente do SINDSERM.

A greve geral, primeiramente de 48 horas, envolverá todos os setores municipais com trabalhadores representados pelo SINDSERM, como STRANS, educação, saúde, administrativos e IPMT.

Fonte: Com informações da Ascom