Geral

Acabou sendo demitida · 11/01/2013 às 20h11

Secretária de escola posa nua em revista erótica

Colégio no Canadá demitiu funcionária por ela trabalhar também como atriz pornô


Compartilhar Tweet 1



Julie Gagnon, ex-secretária de uma escola em Quebec, no Canadá, que teve sua identidade como atriz de filmes pornográficos revelada por um aluno, resolveu aceitar o convite para posar em uma revista erótica do país.

Conhecida no mundo pornô como Samantha Ardente, a ex-funcionária aparece em um ensaio de cinco páginas da revista Summum, que começou a ser distribuída no Canadá ontem, quinta-feira (21).

O editor da publicação, Alain Rochette, afirmou em entrevista à Agência QMI que a proposta tinha sido feita antes da demissão de Julie - ela perdeu o emprego no início de abril, após nove anos atuando como servidora do colégio.

No entanto, apenas quando se viu sem emprego é que Samantha Ardente aceitou posar nua. A ex-secretária também pretende produzir produtos com sua marca.


Reprodução

Como tudo começou
Julie diz ter entrado na indústria de filmes eróticos por ter passado dificuldades financeiras. Ela atuou em cinco filmes enquanto ainda trabalhava na escola.

No entanto, no início de março, um estudante de 14 anos descobriu seu segredo. O menino pediu sexo oral em troca de silêncio, e a ex-secretária teria se negado a fazer isso.

Na época, tanto Julie quanto o garoto foram suspensos da escola. A ex-secretária disse ter sido ingênua, ao acreditar que poderia manter as duas carreiras em separado, segundo entrevista dada para a imprensa canadense.

- Eu julguei mal as consequências, não esperava ser escândalo da mídia. Acho que, se não tivesse sido desmascarada, continuaria fazendo os filmes.

Fonte: Portal R7