Geral

PÁGINA 'MANDE BEM NO ENEM' · 01/07/2012 - 07h32

Portal gratuito de preparatório para o Enem lançado no país

Mande Bem no ENEM auxilia na preparação de alunos que passarão pelo ExamE


Compartilhar Tweet 1



Um grupo de educadores acaba de lançar uma plataforma educacional inovadora no Brasil. Trata-se do Mande Bem no ENEM, um portal educacional 100% gratuito, com ambientes virtuais de altíssima qualidade e somente a um clique de distância dos estudantes brasileiros. Como o próprio nome diz, o Mande Bem no ENEM auxilia na preparação de alunos que passarão pelo Exame Nacional do Ensino Médio, porta de entrada para diversas universidades brasileiras.

Segundo o jornalista Gilberto Dimenstein, o Mande Bem no ENEM é mais um exemplo de educação inclusiva e do bom uso educativo que se pode fazer da internet, nesse caso, para ajudar jovens a ingressar no ensino superior. De acordo com Dimenstein, esse portal brasileiro, aliado a iniciativas semelhantes de educação à distância, viabiliza uma excepcional oportunidade de acelerar a educação de jovens. "Quanto mais esses recursos forem disseminados, mais anos vamos ganhar em nossa educação, onde faltam professores de qualidade, especialmente na rede pública".

Com apenas cinquenta dias de funcionamento, o Mande Bem no ENEM já conta com 10 mil alunos matriculados. O sucesso da plataforma está na metodologia de ensino transdisciplinar, ou seja, todos os assuntos estão interligados e se complementam. Deste modo, o estudante é capaz de criar “links” que guiam sua absorção de conteúdo pelas vias da coerência. “Ele aprende porque vê sentido nos conceitos apresentados e não imposição. Esta é a filosofia que norteia a proposta”, afirma Fernando Gianinni, um dos idealizadores do portal.

O Mande Bem no ENEM conta com 42 vídeo-aulas, além de games, podcasts, animações, simulados e roteiros de leitura. Após cada lição, o estudante recebe um questionário que irá calcular, estatisticamente, seu desempenho. O portal vem sendo muito elogiado nas redes sociais, principalmente por estudantes da rede pública, que têm dificuldades para pagar cursinhos ou escolas particulares. Também vem sendo muito acessado por estudantes que vivem em pequenas cidades ou regiões onde a internet é o principal meio de estudo. É a educação superando barreiras geográficas e sociais.

CLIQUE E ACESSE


Fonte: Com Informações Da Assessoria