Geral

Programa Palavra de criança · 18/10/2010 - 14h53

Municípios desenvolvem programa de alfabetização em parceria com Unicef

Durante o encontro, os representantes do município conhecerão todas as fases do programa


Compartilhar Tweet 1



Com o objetivo de empreender ações que possibilitem a melhoria qualitativa do processo de alfabetização e letramento dos alunos do 3o ano do Ensino Fundamental e de maximizar a articulação escola-comunidade, tornando-a atuante na vida escolar do aluno, o Instituto ProBem realiza, às 8h30 da próxima quarta-feira (20/10) no Hotel Real, o lançamento do programa Palavra de criança em dez municípios piauienses.

O Palavra de Criança, realizado em parceria com o Unicef, será implementado nas cidades de Água Branca, Campo Maior, Coivaras, Floriano, Inhuma, José de Freitas, Lagoa Alegre, Monsenhor Gil, Piracuruca e Santa Rosa do Piauí.

“O Palavra de Criança é um programa que tem como foco o processo de alfabetização e letramento dos alunos do 3º ano do Ensino Fundamental e contempla dois segmentos importantes: a família e a escola. Em relação à escola, destaca-se a aprendizagem com ênfase na leitura e escrita, visando alfabetizar as crianças no tempo certo. Quanto à família, destaca-se a importância do acompanhamento familiar no fortalecimento da vida acadêmica do aluno”, explica Luísa Moreira, sócia fundadora do Instituto ProBem.

O encontro de lançamento do programa Palavra de Criança contará com a presença dos prefeitos, secretários municipais de Educação e coordenadores pedagógicos dos dez municípios participantes, além de membros do Instituto ProBem e dos representantes do Unicef, Rui Aguiar e Ana Márcia.

Durante o encontro, os representantes do município conhecerão todas as fases do Palavra de Criança, desde a implantação do programa no município, passando pela realização do diagnóstico do nível de alfabetização dos alunos do 3º ano, a implantação do Projeto A Família Aprendendo Junto, a capacitação dos professores do 3º ano, através do coordenador do Palavra de Criança no município, o monitoramento da implementação das ações do Programa em cada escola, até a certificação das escolas, alunos e professores.

“Ao final do encontro, os municípios assinarão o Termo de Cooperação e definiremos o cronograma para cada cidade. Nosso papel é auxiliar os municípios a identificarem suas fraquezas e fortalezas e a planejarem as intervenções de modo a garantir que todos os alunos estejam plenamente alfabetizados ao final do 3º ano do Ensino Fundamental, condição importantíssima para o sucesso de sua vida escolar. Ao mesmo tempo, articularemos ações envolvendo as famílias desses estudantes, porque educação é um trabalho de parceria entre a escola e a família. A participação dos pais na vida escolar de seus filhos é fator preponderante para que a criança se sinta amada, valorizada e tenha sucesso nos estudos”, destaca Luísa Moreira.



Fonte: Ascom