Geral

Ensinos fundamental e médio · 20/03/2017 às 17h51

Inscrições para a Olimpíada de Astronomia são prorrogadas até abril

A competição envolve estudantes dos ensinos fundamental e médio


Compartilhar Tweet 1



As escolas da rede municipal de ensino ainda podem realizar as inscrições para a 20ª edição da Olimpíada Brasileira de Astronomia e Astronáutica (OBA) 2017. Alunos dos ensinos fundamental e médio podem participar da competição que possui fase única e acontece no dia 19 de maio. As escolas precisam fazer a inscrição por meio do endereço eletrônico disponível no site http://www.oba.org.br/, até o dia 02 de abril.

Em 2016, Teresina alcançou mais uma vez bons resultados na Olimpíada Brasileira de Astronomia e Astronáutica (OBA) 2016, onde os alunos das escolas públicas municipais de Teresina conquistaram 74 medalhas, sendo 20 de ouro, 20 de prata e 34 de bronze.

A competição envolveu estudantes dos ensinos fundamental e médio de escolas públicas e particulares de todo o Brasil, com o objetivo de despertar nos jovens o interesse pela ciência.

O primeiro contato dos estudantes da Rede Municipal com a Astronomia e a Astronáutica é através do Programa Cidade Olímpica Educacional, que promove aulas de aprofundamento em disciplinas específicas aos sábados. Com laboratório para as experiências e simulados baseados nas principais competições de conhecimento, o Programa prepara campeões para chegarem cada vez mais longe.

“Estamos crescendo em qualidade de ensino”, declara a coordenadora do Cidade Olímpica, Valdete Silva. A afirmativa vem junto com o resultado da OBA, que ano passado utilizou a média 6,8 como média de corte e esse ano pulou para 8,2, tornando o desafio ainda mais exigente. “Ainda sim tivemos um resultado excelente em 2016. Nossos alunos e professores estão de parabéns, pois toda a cidade fica orgulhosa com conquistas assim”, destaca Valdete.

Provas
As provas estão divididas em quatro níveis; três para os alunos do fundamental e um para os do médio, com dez perguntas cada: três de astronáutica e sete de astronomia. A maioria delas, porém, exige apenas raciocínio lógico. As medalhas são distribuídas de acordo com a classificação em cada um dos níveis.

Os melhores classificados irão representar o Brasil nas olímpiadas Internacional de Astronomia e Astrofísica e Latino-Americana de Astronomia e Astronáutica de 2018. Além disso, os participantes também irão concorrer a vagas nas Jornadas Espaciais de São José dos Campos, em São Paulo, onde assistirão palestras e receberão material próprio.

Mostra Brasileira de Foguetes
As inscrições para a 11ª Mostra Brasileira de Foguetes (MOBFOG) também estão abertas e vão até o dia 02 de abril. O mesmo procedimento deve ser realizado no site da OBA. Nela, alunos e professores desenvolvem e lançam foguetes de diferentes materiais.

A competição é de fase única e pode ser realizada nas próprias escolas até o dia 19 de maio. Além do certificado recebido por todos, aqueles que conseguirem percorrer as maiores distância receberão medalhas.

Em 20 anos de existência, a OBA já distribuiu cerca de 40 mil de medalhas e recebeu oito milhões de participantes entre alunos da escola pública e privada. Segundo os organizadores, o objetivo é estimular o interesse pela área nos jovens.

Fonte: Com informações da PMT