Geral

Infraestrutura em destaque · 17/07/2017 - 13h03

Iniciada urbanização das calçadas da Avenida Nossa Senhora de Fátima

O trabalho consiste na nivelação, reestruturação e arborização das calçadas


Compartilhar Tweet 1



O Governo do Piauí, por meio da Secretaria de Estado dos Transportes (Setrans), deu início às obras de urbanização e revitalização das calçadas da Avenida Nossa Senhora de Fátima, na zona leste de Teresina. O projeto é fruto de uma parceria entre a Prefeitura de Teresina, responsável pela elaboração do projeto, e o Governo do Estado, executor da obra.

No total, o Governo do Estado está investindo R$ 1.308.038,52 com recursos próprios e de outras fontes. As intervenções abrangem 16 quadras da avenida, entre a Rua Visconde da Parnaíba e a Avenida Dom Severino, garantindo o livre acesso e o trânsito de pedestres, sobretudo de pessoas com deficiência ou com mobilidade reduzida.

O trabalho consiste na nivelação, reestruturação e arborização das calçadas. Atualmente, o trecho conta com calçadas totalmente danificadas, desniveladas e sem a orientação visual necessária para a locomoção. Outro problema identificado é o estacionamento irregular, onde veículos invadem as calçadas ao longo do percurso, forçando os pedestres a circularem pelo meio da avenida.

Para o secretário de Estado dos Transportes, Guilhermano Pires, a obra representará um ganho expressivo para o turismo da capital. “Trata-se de uma obra muito importante para o turismo de Teresina, sobretudo para o setor culinário, uma vez que vai padronizar uma área bastante consolidada da nossa capital, que é o polo gastronômico. Em breve, contaremos com um espaço mais aconchegante, bem sinalizado e seguro para a população e para os turistas que visitam o local.”, destaca o gestor.

Os novos passeios estão sendo feitos com blocos de concreto intertravado, do tipo “paver”. Ao longo da via, serão instalados pisos de alerta, em borracha, sempre que houver necessidade de sinalizar situação de perigo ou risco de queda. As calçadas também contarão com bancos, bicicletário e lixeiras.

A empresária Laís Sobreira acredita que a movimentação no local deve aumentar com o término das obras. “Com essa reforma, o movimento deve aumentar, já que o nivelamento e a nova roupagem das calçadas vão favorecer a circulação de pedestre,” comentou Laís.

Outra novidade serão as placas de sinalização ao lado das vagas para pessoas com deficiência, que serão instaladas nas esquinas das ruas perpendiculares, após a rampa de rebaixamento. Já, a parte da iluminação, que atualmente se encontra no canteiro central, deve ser substituída por luminárias mais baixas com lâmpadas de LED, tendo em vista a complementação dos passeios.

O projeto contempla a construção de dois modelos de rampas, condicionando a largura dos novos passeios às calçadas existentes, sendo rampas diretas, localizadas no meio da quadra, e rampas laterais, instaladas a uma distância mínima de 5 metros das esquinas.

O trecho também contará com faixas de serviço, utilizadas para acomodar equipamentos urbanos, como mobiliário, caixa das concessionárias, postes de fiação, sinalização e rampas de rebaixamento, tanto de pedestres quanto de veículos. Já, a faixa livre terá como objetivo garantir a acessibilidade a todas as pessoas, sendo contínua, nivelada e livre de obstáculos.


Fonte: Com informações da CCOM