Geral

Inclusão Digital · 11/01/2013 às 23h51

Estação Digital do Poti Velho será inaugurada amanhã (13)

Com o objetivo de promover a cidadania e a melhoria das condições econômicas


Compartilhar Tweet 1



A Prefeitura de Teresina realiza, nesta sexta-feira (13), a inauguração da Estação Digital do Poti Velho, localizada na zona Norte da cidade. Em funcionamento desde o último dia 04 de junho, a unidade está instalada na sede do Centro de Treinamento da Fundação Wall Ferraz, e será entregue em solenidade prevista para as 9h.

A implantação da Estação Digital do Poti tem o objetivo de promover a cidadania e a melhoria das condições econômicas, sociais, culturais e políticas dos moradores da localidade, através do acesso às tecnologias de informação e comunicação. A unidade funcionará nos três turnos, de segunda-feira a sábado, e também tem a missão de reduzir a exclusão digital da comunidade, promover a iniciação à informática, permitir acesso aos serviços do Governo Eletrônico e a cursos a distância, contribuir para a melhoria do processo de aprendizagem na escola pública e capacitar a comunidade para o mundo do trabalho, além de sensibilizar a população para a importância do trabalho comunitário.

De acordo com o secretário executivo da Fundação Wall Ferraz, Olavo Braz, a concretização da Estação Digital do Poti se deu graças a uma parceria com a Fundação Banco do Brasil. "Na parceria, a Prefeitura de Teresina entrou com a disponibilização de um prédio adequadamente modernizado, e a Fundação Banco do Brasil ficou com a responsabilidade de entrar com os equipamentos e com a manutenção da unidade nos primeiros seis meses de funcionamento", explica.

"Antes da Estação Digital, a Fundação Banco do Brasil já havia firmado com os artesãos do Pólo Cerâmico outras duas parcerias. Uma com a Associação dos Artesãos em Cerâmica do Bairro Poti Velho (Arcepoti), para a compra de um caminhão para o transporte de peças. E outra com a Cooperativa das Artesãs do Poti Velho, para a compra de um forno de alta temperatura", completa Olavo Braz.

Com a implantação da Estação Digital, a meta da Fundação Wall Ferraz e da Fundação Banco do Brasil é realizar, nesse primeiro ano de atividades, oito cursos de informática, capacitar 100 artesãos e outras 800 pessoas da comunidade, além de permitir que 1.600 usuários tenham acesso à internet. Desde o dia 04 de junho, 132 alunos já entraram em contato com o novo mundo proporcionado com as novas tecnologias e a internet. "Essa é uma medida que permitirá a inclusão digital não só dos artesãos ou de seus filhos, mas de todas as comunidades da zona Norte que recorrerem à Estação Digital. As aulas começaram no último dia 04 de junho, e a unidade tem 12 turmas, cada uma com 11 alunos", conta a gerente do Centro de Treinamento da Fundação Wall Ferraz e presidente da Cooperativa das Artesãs do Poti Velho, Raimunda Teixeira da Silva.

O acompanhamento da Estação Digital do Poti Velho será feito através de um comitê gestor, formado por representantes do Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae), do Banco do Brasil, da Arcepoti e da Prefeitura de Teresina.

"Parcerias como essa engrandecem a cidade, haja vista as diversas políticas públicas de inclusão implementadas com resultados positivos", argumenta Olavo Braz.

Fonte: Semcom