180graus

Agrotóxicos - 28/11/2016 às 06h12

Anvisa divulga relatório sobre resíduos de agrotóxicos em alimentos

Segundo dados divulgado pela Anvisa, aproximadamente 98,89% das amostras de alimentos analisadas pela Anvisa, entre o período de 2013 e 2015, estão livres de resíduos de agrotóxicos que representam risco agudo para a saúde. O dado faz parte do relatório do Programa de Análises de Resíduos de Agrotóxicos em Alimentos – PARA, divulgado pela Agência nesta sexta-feira (25/12), em Brasília.

Ao longo dos últimos três anos, foram analisadas 12.051 amostras monitoradas nos 27 estados do Brasil e no Distrito Federal, sendo a esta a primeira vez que a Anvisa monitora o risco agudo para saúde, considerando que, nas edições anteriores do PARA, as análises tinham o foco nas irregularidades observadas nos alimentos.

O risco agudo está relacionado às intoxicações que podem ocorrer dentro de um período de 24 horas após o consumo do alimento que contenha resíduos. Este novo tipo de avaliação, que já vem sendo feito na Europa, Estados Unidos, Canadá etc., leva em consideração a quantidade de consumo de determinado alimento pelo brasileiro.

Dentre os alimentos avaliados, estavam cereais, leguminosas, frutas, hortaliças e raízes, totalizando 25 tipos de alimentos. O critério de escolha foi o fato de que estes itens representam mais de 70% dos alimentos de origem vegetal consumidos pela população brasileira.

Um dos alimentos com maior quantidade de amostras analisadas foi a laranja. Vigilâncias sanitárias de estados e municípios realizaram a coleta de 744 amostras em supermercados de todas as capitais do País. No montante avaliado, 684 amostras foram consideradas satisfatórias, sendo que, dessas, 141 não apresentaram resíduos. Noventa amostra apresentaram situações de risco identificadas na laranja está relacionada ao agrotóxico carbofurano, que passa por processo de reavaliação na Anvisa. É a substância presente nas amostras que mais preocupa quanto ao risco agudo, sendo que 11% das amostras de laranja apresentaram situações de risco relativas ao carbofurano.
O agrotóxico carbendazim é outro que merece atenção quanto ao risco agudo. Os resultados do programa revelaram que em 5% das amostras de abacaxi há potencial de risco relacionado à substância.
Um aspecto importante é que as análises do programa sempre são feitas com o alimento inteiro, incluindo a casca, que, no caso da laranja e do abacaxi, não é comestível. Ou seja, com a eliminação da casca, a possibilidade de risco é diminuída. Isso porque alguns estudos trazem indícios de que a casca da laranja tem baixa permeabilidade aos principais agrotóxicos detectados, de modo que a possiblidade de contaminação da polpa é reduzida.

Já para os demais produtos, como a abobrinha, o pimentão, o tomate e o morango, o risco agudo calculado foi considerado aceitável em quantidade superior a 99% das amostras.

As irregularidades apontadas no relatório, apesar de não representarem risco apreciável à saúde do consumidor do ponto de vista agudo, podem aumentar os riscos ao agricultor, caso ele utilize agrotóxicos em desacordo com as recomendações de uso autorizadas pelos órgãos competentes.

As irregularidades também podem indicar uso excessivo do produto ou mesmo a colheita do alimento antes do período de carência descrito na bula do agrotóxico. As situações de contaminação por deriva, contaminação cruzada e solo, entre outros, também podem ocasionar a presença de resíduos irregulares nos alimentos, principalmente nos casos em que os resíduos são detectados em concentrações muito baixas.

Para o futuro, o programa pretende aumentar o número de alimentos monitorados de 25 para 36, os quais terão abrangência de mais de 90% dos alimentos de origem vegetal consumidos pela população brasileira e buscará também, ampliar o número de agrotóxicos pesquisados nas amostras, incluindo substâncias de elevada complexidade de análise, como glifosato e o 2,4-D, entre outras.

A Agência também está acompanhando o desenvolvimento de metodologias para avaliação do risco cumulativo, ou seja, quais são os riscos à saúde resultantes da ingestão de alimentos contendo resíduos de diferentes agrotóxicos com mesmo efeito tóxico.

A Europa, nos últimos anos, tem trabalhado no desenvolvimento de metodologia para avaliar esse tipo de risco e deve publicar no próximo ano os primeiros resultados dessa avaliação, segundo informações disponíveis no site da Autoridade Europeia de Segurança Alimentar (EFSA).

Fonte: Ascom/Anvisa

Tópicos
Importância dos horários - 22/11/2016 às 11h00

Alimentar-se tarde da noite pode modificar processos digestivos e alterar o organismo

Um estudo apresentado recentemente em congresso realizado pela Sociedade Europeia de Cardiologia, analisou a relação entre as horas nas quais se consome alimentos e os efeitos no organismo, constatou que ingerir alimentos tarde da noite gera um impacto significativo na pressão arterial.

Durante a noite, o processo fisiológico normal é a queda da pressão arterial, porém, o estudo descobriu que 24,2% dos participantes que comeram até duas horas antes de dormir não registraram uma queda adequada da pressão sanguínea. Entre os que haviam jantado mais cedo, a porcentagem foi de 14,2%.

De acordo com especialistas, consumir alimentos antes de dormir faz com que o organismo permaneça em "estado de alerta", no qual estimula a produção de hormônios do estresse, como a adrenalina, e pode alterar o ritmo circadiano, o ritmo diário do organismo.

Segundo a pesquisadora Ebru Ozpelit professora de Cardiologia da Universidade de Dokuz (Turquia), que apresentou o estudo, a vida moderna está criando "hábitos de alimentação erráticos", como o de pular o café da manhã e comer cada vez mais tarde. Tais práticas, segundo ela, estão se tornando cada vez mais frequentes e podem causar danos ao longo do tempo.

É importante definir a frequência ideal e a hora dos alimentos. O café da manhã é importante, deve ser um café da manhã forte e não pular o almoço. Na hora do jantar, o mesmo deve ser leve e antes das sete da noite.

OBESIDADE

Segundo alguns estudos, a alimenta tarde da noite pode gerar vários impactos negativos ao organismo, como o ganho de peso ou mesmo obesidade,pois a prática de se alimentar à noite pode inibir a degradação da gordura no organismo, que é um processo natural durante neste período

REFLUXO

Outro problema de comer perto da hora de dormir é o refluxo, segundo a especialista. Esse transtorno faz com que o conteúdo estomacal retroceda do estômago até o esôfago, o que pode irritar o esôfago e causar acidez gástrica, náusea, indigestão e, em alguns casos, provocar câncer de esôfago.
Quando uma pessoa come e vai dormir, não consegue esvaziar o estômago, por isso o estômago fica cheio, e se a válvula gastroesofágica está alterada a comida vai subir. Esses transtornos se transformaram em uma “epidemia” que afeta até 40% dos americanos.

Fonte: Folha de S.Paulo / Site

Tópicos
VI JOFAR e II CONFARPI - 17/11/2016 às 17h48

IV JOFAR e II CONFARPI segue como o maior evento farmacêutico do Piauí

tiberio Helio
Casa do cartucho
elite
COELHO FORTE E DOURADO ADV

A IV JOFAR e II CONFARPI iniciaram ontem com uma blitz de saúde, realizada no canteiro central da Av. Frei Serafim, em frente ao Hospital Getúlio Vargas, onde farmacêuticos e acadêmicos do último ano de farmácia aferiram a pressão arterial e realizaram medição da glicemia capilar nos transeuntes que paravam e procuravam pelo serviço. A realização de serviços farmacêuticos, tais como a conciliação de medicamentos e o acompanhamento farmacoterapêutico, necessitariam de local apropriado para sua realização.

A movimentação tem por objetivo chamar a atenção da população para os diversos serviços que a mesma tem direito e que devem ser oferecido nas farmácias abertas diretamente para a venda e dispensação de medicamento a população, conhecidas como Farmácias Comunitárias, sejam elas privadas ou públicas. Busca também chamar a atenção dos gestores em saúde para o potencial desperdiçado pela não utilização dos serviços destes profissionais que, se bem aproveitados pelos gestores, desafogariam o sistema público de saúde. A luta é por uma saúde pública de qualidade, onde o farmacêutico é um dos profissionais inseridos no cuidado integral ao paciente, atuando em uma equipe multiprofissional.

O II CONFARPI segue hoje e vai até sábado com a realização de minicursos, palestras e mesas-redondas para farmacêuticos e acadêmicos, acontecendo em todas as faculdades de farmácia de Teresina. O evento já é considerado o maior evento do país organizados por acadêmicos de farmácia, e já estimulou a realização em outros estados.

Tópicos
II CONFARPI - 14/11/2016 às 09h32

II Congresso Nacional Acadêmico-Profissional de Farmácia no Piauí – II CONFARPI

De 16 a 19 de novembro, Teresina estará sediando o II Congresso Nacional Acadêmico-Profissional de Farmácia no Piauí – II CONFARPI, um evento organizado por estudantes de Farmácia do estado do Piauí em conjunto com profissionais farmacêuticos atuantes no Estado e considerado o maior evento científico organizado por estudantes de Farmácia e um dos maiores eventos Farmacêuticos do País.

O Congresso deste ano, terá como tema "Farmacêutico a Serviço da Saúde", e é resultado de um reconhecimento Nacional da I, II e II Jornada de Farmácia (JOFAR) e I (CONFARPI). No ano passado o I CONFARPI teve um público recorde de 1.225 inscritos, e 119 trabalhos científicos submetidos. Este ano, embora tenha ocorrido uma limitação a 1.000 participantes em decorrência do espaço disponível, as vagas já estão praticamente esgotadas e o número de trabalhos científicos submetidos já chegou a 232, batendo assim um novo recorde.

O evento idealizado e organizado por acadêmicos de todas as faculdades de Farmácia do Piauí, é um exemplo de integração dos alunos de Farmácia destas faculdades e conta com o apoio de muitos professores e diversas entidades farmacêuticas e empresas do ramo.

Os objetivos do evento, além do aumento do conhecimento para uma melhor prestação de serviços à comunidade, busca também a valorização do profissional Farmacêutico e a integração entre alunos de todas as faculdades de farmácia.

Durante o evento, serão realizados 19 minicursos e várias palestras proferidas por mestres e doutores do estado e convidados de outras unidades da Federação, que ocorrerão nos auditórios das faculdades participantes e no auditório do Atlantic City.

Tópicos
Auditores em greve - 04/11/2016 às 07h04

Diferença salarial dos Auditores em Saúde do Estado do Piauí chega à quase 900%

Ainda que aprovados no mesmo concurso público, os Auditores em Saúde do estado do Piauí percebem salários que apresentam diferenças de até 900%, contrariando a Constituição Federal pátria, o que levou estes profissionais a paralisarem suas atividades por tempo indeterminado. A greve já dura 13 dias e até a presente data não há nenhuma manifestação por parte do governo.

Um breve histórico

A Secretaria de Saúde do Estado do Piauí - SESAPI realizou concurso público em 2003 para o cargo de Auditor em Saúde em virtude da necessidade de o Estado ser habilitado em Gestão Plena do Sistema Estadual de Saúde, oficializado através da Portaria GM 801 de 30 de abril de 2004, neste concurso foram aprovados 39 auditores em saúde, e todos foram admitidos no Estado.

Ainda a Lei 8080/90 regulamentada pelo Decreto 7.508/11 estabelece as atribuições especificas do auditor em saúde e a necessidade para a transparência da gestão publica em saúde. O auditor em Saúde fiscaliza recursos federais e estaduais. Porém a situação deste profissional tem passado por inúmeras dificuldades, dentre elas:
Desde a nomeação em 2004, os auditores ainda lutam pelo Plano de Cargos Carreira e Salários.
- Em 2015 – foram cortadas as condições especiais de trabalho que constituíam mais de 50% dos vencimentos, sendo que para alguns auditores, esses cortes compunham quase 80%, uma vez que a maior parte da remuneração constava de gratificações.
- Atualmente há 37 Auditores em Saúde no Estado do Piauí, com discrepância salarial com variação de R$ 1.000,23 a 9.000,00, sendo último percebido por um auditor, que teve seu cargo transposto ao cargo de médico.
- Essa discrepância se deve ao ato ilegal de transposição de cargos de alguns auditores em caráter pessoal, gerando diferenças salariais, ferindo assim o Art. 37 da Constituição Federal de 1988;
- No início de 2015 houve um pedido via administrativa, solicitando isonomia salarial, teve parecer favorável em todas as instâncias, inclusive do Procurador Geral do Estado, mas nada foi feito.
- A Promotoria em 2015 já enviou Carta Recomendatória para que o Estado resolva a situação, porém não houve resultado objetivo.

Em Assembleia Geral realizada em 17 de outubro de 2016 foi discutido a situação e aprovado Estado de Greve a partir do dia 20-10-2016 e estas principais reivindicações:
- Imediata isonomia salarial entre os auditores;
- Discussão da carreira salarial e aprovação do Plano de Cargos Carreira e Salários.
- Melhores condições de trabalho.

Os Auditores desde sempre tem cumprido com zelo e responsabilidade as suas atribuições na Secretaria de Saúde, mesmo com o aviltamento de seus salários e das más condições de trabalho, diante da inércia do Estado em resolver a situação da categoria.

Carregando, por favor aguarde...
Terno e Cia
Marquinhos do Pará
Últimas Notícias
23h56 4 pessoas presas e meia tonelada de maconha apreendida pela SEIC em Ribamar-MA 21h04 Visita do conselho regional de medicina na UBS 18h48 Técnico de companhia aérea do voo com Chapecoense é o 1º a receber alta 18h42 PI: Incêndio consome vegetação em área de 2 municípios da região norte 18h33 Enem: segunda aplicação traz questões sobre dengue e Aquarela do Brasil 18h25 Lais Ribeiro vai a evento em NY com vestido vermelho, de decote ousado 18h08 Criança vítima de bala perdida na zona Norte está sem movimento das pernas 17h46 PI: Funcionário de 'parque de diversões' é morto a facadas 17h31 Doria venderá veículos da prefeitura e sugere táxi e Uber para sua equipe 17h15 Servidora garante o direito à jornada reduzida para cuidar do filho autista 17h06 Lateral esquerda da Chapecoense respira sem ajuda de aparelhos 17h04 Parnaíba recebe financiamento para a recuperação de imóveis históricos 17h01 Hoje tem Balada no Las Vegas 17h00 Cavaleiros dos zodíaco ganhará filmes com atores 16h51 Candidato a vereador detido com 'moto roubada' diz que foi um ‘mal entendido’ 16h42 Chapecoense será declarada campeã da Sul-Americana, diz presidente do Clube 13h53 Foto mostra ator correndo pelado atrás do diretor do filme 13h01 THE:Corpo de jovem desaparecido é encontrado enterrado 12h36 Ao Ego, Stefhany diz que sofreu nos primeiros dias para amamentar filha 12h25 Durante show em Los Angeles, Britney Spears ganha bolo de aniversário 12h11 Bruna Marquezine atende fãs em treino de Neymar na Espanha 12h10 Ronda Escolar do 13°BPM conduz homem que se apresentava como Capelão da PM em escolas de Ribamar-MA 12h06 Fãs prometem boicote contra Johnny Depp em ‘Animais Fantásticos’ 11h59 Petrus Evelyn ministra curso sobre os 'segredos que mudam sua vida' 11h58 Lista reúne título de 10 filmes sensuais e eróticos disponíveis na Netflix