180graus

Farmacêuticos em Protesto - 21/11/2014 às 06h04

Farmacêuticos brasileiros protestam em todo o País

A votação do relatório do Deputado Manoel Júnior (PMDB-PB), relator da Comissão Mista que analisa a Medida Provisória (MP) nº 653 de 08 de agosto de 2014, foi adiada para a próxima semana, mas o conhecimento do seu texto provocou uma onda de protestos de farmacêuticos de todo o Brasil.

A MP é polêmica desde a sua edição, quando mutila a Lei nº 13.021/2014, que havia sido editada no mesmo dia. A Lei 13.021/2014, regulamenta o comércio farmacêutico no País, tornando as farmácias brasileiras estabelecimentos de saúde, não as tratando como um simples comércio e possibilitando que a população brasileira tivesse acesso a farmácias as moldes da farmácias europeias.

A Lei passou 20 anos em tramitação no Congresso Nacional, tinha o apoio dos Conselhos de Farmácia, dos Sindicatos de Farmacêuticos e do Conselho Nacional de Saúde, tendo como contrários os representantes do Comércio e da Industria Farmacêutica, que temiam o maior controle do Estado sobre esta atividades, mas que, após negociações no texto da Lei, concordaram com o texto que foi votado por unanimidade na Câmara dos Deputados e no Senado Federal.

A Presidenta Dilma, vetou quatro artigos da Lei aprovada e editou a MP 653 sob o argumento de que prejudicaria as empresas com faturamento inferior a R$ 3.600.000,00/ano.

Agora, o Congresso Brasileiro terá que analisar o veto da Presidente e, pode modificá-lo, derrubá-lo ou transformá-lo em Lei. Porém, o texto apresentado pelo relator, o Dep. Manoel Júnior, distancia ainda mais a farmácia do modelo buscado, inserindo situações totalmente contrárias ao modelo adotado na Lei, além da inserção de artigos alheios ao texto original da MP e que, na visão de muitos Deputados, nos faria retroceder ao período anterior a CPI dos Medicamentos ocorrida em 1998, período em que ficaram conhecidas as grandes falsificações de medicamentos no País.

O protesto dos farmacêuticos deve-se a fato que, se a medida for aprovada com o texto proposto pelo Deputado Manoel Júnior, além de ser um dos maiores retrocesso sanitários já ocorrido neste país, poderá provocar o desemprego imediato de mais de 30.000 farmacêuticos no País e prejudicar o futuro de aproximadamente 200.000 alunos, inscritos nas 454 faculdades de farmácia no Brasil.

Espera-se uma adesão da população ao protesto do farmacêuticos, afinal, o que estão tentando fazer é retirar um direito da população ao acesso a informações sobre o uso correto e racional de medicamentos.

Publicado Por: José Vilmore

Tópicos
MP 653 - 18/11/2014 às 06h44

Relatório que pode anular as conquista da Lei 13.021 será votado hoje

A Comissão mista do Congresso Nacional votará hoje o relatório do Deputado Manoel Júnior (PMDB-PB), sobre a já polêmica Medida Provisória (MP) nº 653 que regulamenta o artigo 6º da Lei 13.021, que trata sobre o comércio de medicamentos no País.

A MP n.º 653 foi editada em agosto de 2014, no mesmo dia em que foi sancionada a Lei 13.021, já é polêmica desde a sua origem, quando cria exceções para o cumprimento do artigo nº 6 da Lei 13.021, que regulamenta o comércio de medicamentos no País.

A Lei demorou 20 anos para ser aprovada e transformaria todas as farmácias e drogaria em estabelecimentos de saúde, com rígidas normas sanitárias a ser seguidas, as diferenciando um simples comércio e colocando as farmácias e drogarias do País em nível de igualdade com a dos Países mais desenvolvidos. A Lei 13.021/2014, daria mais segurança ao usuário de medicamentos e asseguraria a população o direito a informação sobre o uso deste, diminuindo a nefasta “empurroterapia”, ainda comum nos balcões das farmácia de algumas cidades do País.

O Deputado Ivan Valente, autor do substitutivo que deu origem a Lei 13.021/2014, disse em seu pronunciamento na audiência pública, realizada na semana passada para discutir a MP no Congresso, que a mesma, além de desrespeitar as decisões do Congresso Nacional, considerando que a Lei foi aprovada por unanimidade na Câmara e no Senado, ainda remete o País ao período anterior a CPI dos medicamentos de 1998, em que as farmácias eram dominada por balconista que vendiam os que ficaram conhecidos como medicamentos BO, os famosos “Bons para Otários” e quando a falsificação de medicamentos fez inúmeras vítimas neste País.

Segundo os Conselhos de Farmácia e as Federações dos Sindicatos de Farmacêuticos, o se o relatório do Deputado Manoel Júnior for apresentado em sua versão original, deixará pior o que já era muito ruim, devido a inserção pelo Deputado, de assuntos que desvirtuam e banaliza ainda mais o comércio farmacêutico.

Publicado Por: José Vilmore

Tópicos
Um modelo de Farmácia - 14/11/2014 às 17h20

Farmácia Farmamil realiza campanha do dia do diabetes

Vem de Parnaíba, o exemplo de farmácia que buscamos. Nesta sexta-feira, 14/11, a Farmácia Farmamil localizada na cidade de Parnaíba - PI, está realizando uma grande campanha em alusão ao Dia Mundial de Combate ao Diabetes, com o intuito de identificar portadores que desconhecem a sua condição, prevenir e orientar sobre a doença.

Durante toda a manhã os farmacêuticos, Dra. Aline Véras Aurélio e Dr. Kleber Aurélio, juntamente com os demais colaboradores da Farmácia Farmamil estão realizaram gratuitamente, medições de glicemia, verificação de pressão arterial e orientações farmacêuticas para comunidade. A Farmamil rotineiramente já realiza ações individuais preventivas, estimulando a prática de hábitos saudáveis e orientações sobre uso e conservação da insulina, identificação dos tipos, aplicação correta, bem como, sobre o uso correto de antidiabéticos orais.

O evento, assim como muitos outros eventos de prevenção e alerta a população sobre os risco de doenças e formas de evitá-las, já faz parte do calendário de eventos da farmácia, dando o exemplo de farmácia totalmente conectada e integrada as ações de saúde promovidas pelo Ministério da Saúde e de outras entidades científicas, tais como a Sociedade Brasileira de Cardiologia e a Sociedade Brasileira de Diabetes.

Esta coluna parabeniza os farmacêuticos Dr. Kleber e Dra. Aline Aurélio pelo trabalho oferecido a população de Parnaíba. A Farmamil da o exemplo de ação a ser repetida em todas as farmácia e drogarias do país.

Publicado Por: José Vilmore

Tópicos
Chikungunya - 10/11/2014 às 08h10

Chikungunya: uma nova ameaça a saúde e ao bem estar dos piauienses

Uma doença viral, transmitida pelo mosquito Aedes aegypti, o mesmo transmissor da dengue, poderá ameaçar os piauienses no próximo período chuvoso: a Chikungunya.

Os sintomas são muito parecidos com o da dengue, que podem incluir dor de cabeça, dor muscular, inchaço das articulações, ou erupção cutânea, sendo menos letal, por não apresentar no adulto risco de hemorragias, porém, bem mais incapacitante, em decorrencia do tempo para o restabelecimento do paciente, que pode durar meses.

A maioria dos pacientes se sente melhor dentro de uma semana, porém em algumas pessoas, as dores nas articulações podem persistir por meses. Pessoas em risco de doença mais grave incluem os recém-nascidos infectados em todo o momento do nascimento, idosos (?65 anos) e pessoas com condições médicas, tais como pressão arterial elevada, diabetes ou doença cardíaca.

Surtos já ocorriam em países da África, Ásia, Europa, e os Oceanos Índico e Pacífico. No final de 2013, o vírus chikungunya foi encontrado pela primeira vez nas Américas, em ilhas do Caribe e atuamente já existem casos em solo brasileiro.

Não há vacina para prevenir ou medicamento para tratar a infecção pelo vírus chikungunya, e o tratamento é o mesmo já bem conhecido dos brasileiros: descansar bastante, beber bastante líquidos para evitar a desidratação e utilizar medicamentos sintomáticos para dor e febre, mas somente se aconselhado pelo seu médico ou pelo seu farmacêutico.

A melhor forma de combater esta nova ameaça já bastante é conhecida, considerando que é a mesma utilizada para combater a dengue: a eliminação dos criatórios do mosquito transmissor.

Publicado Por: José Vilmore

Tópicos
Congresso SBFC - 10/11/2014 às 06h36

Iniciará nesta quinta feira (13/11) em Salvado - BA, o I Congresso Regional de Farmácia Comunitária

A Sociedade Brasileira de Farmácia Comunitária, SBFC, no cumprimento de seu principal objetivo, o de fomentar as necessidades de atualização profissional do farmacêutico comunitário, promove em parceria com entidades baianas (CRF-BA, ANFARMAG BA-SE e SBAC-BA), o Congresso Regional de Farmácia Comunitária Norte-Nordeste 2014, o 1º Congresso Baiano de Ciências Farmacêuticas e a II Feira Farma, além do II Encontro Nacional de Proprietários e Gestores de Empresas Farmacêuticas, em parceria com o SEBRAE-BA.

O evento será realizado nos dias 13, 14 e 15 de novembro, no Oton Palace em Salvador - BA. Durante três dias, farmacêuticos, acadêmicos de farmácia, empresários do setor, gerentes de lojas, consultores e expositores, terão oportunidade de adquirir e de trocar conhecimentos nas mais diversas áreas de atuação do farmacêutico, como também de realizar grandes negócios.

O evento trará um programação científica cuidadosamente elaborada e contará com Conferências, Palestras, Workshops e Mesas redondas, que abordará assuntos atuais e relevantes para o segmento farmacêutico. Além de participar das apresentações e discussões, os congressistas terão a oportunidade de assistir a relatos de casos de sucesso e de tomar conhecimento dos mais variados trabalhos científicos apresentados neste evento.

Publicado Por: José Vilmore

Carregando, por favor aguarde...
Últimas Notícias
02h30 Estudante é salvo de tiros por um livro que carregava na mochila 02h12 Rombo na Previdência sobe e deve chegar a R$ 49 bilhões 01h58 Bolsas de produtividade ainda têm presença reduzida de mulheres cientistas 01h31 Segundo estudo remédio usado contra HIV trata doença cegueira em idosos 01h08 Moda brasileira chega em outro país através de investimentos empresariais 00h57 Exposição que a partir de 2015 será itinerante retrata as mulheres pioneiras nas ciências no Brasil 00h28 Ebola já matou cerca de 5.459 pessoas, quase todas na África Ocidental 00h09 483 mil estudantes devem fazer o exame que avalia o ensino superior no País 23h53 Romário se diz a favor do casamento gay, mas dispara que não quer filho assim 23h43 Josué Teixeira conquista a Série C do Brasileirão no comando do Macaé/RJ 23h18 Sampaio perde de virada para o Atlético-GO no Castelão.FOTOS 23h15 Solange Almeida conta que já pesou 120kg: 'Sai do manequim 52 para o 36' 23h10 I Copa Mais Educação de Karatê no Colégio Cícero Portela 22h56 Equipe do “Mais Educação” se confraterniza com troca de presentes 22h40 Veja 3 erros básicos de exercícios e dieta para corrigir já 22h30 Caetano, Erasmo, Ivete, Maria Rita e Marisa Monte recebem o Grammy Latino 22h04 Em sua casa, pai de Marcos Palmeira sofre assalto e é agredido por bandidos 21h51 Ex-BBBs, transparências e mais na gravação da vinheta de carnaval de SP 21h42 Messi faz três, chega a recorde histórico, e Barça espanta crise 21h02 Ceni admite ter filho de relação extraconjugal: 'darei todo o carinho' 20h56 Madonna desabafa sobre foto de Kim Kardashian: 'Seios são proibidos, mas traseiro não?' 20h36 Carol Castro explica decisão de adiar gravidez: 'Não dá pra parar e ter filho' 20h30 Kim Kardashian paga R$ 88 mil por diária em hotel de luxo, em Dubai 20h27 Canavieirense 2014: Independente empata em 2 x 2 com Cruz azul do São Mateus 19h55 JN mostra a situação de Betânia do PI, isolada devido as fortes chuvas
CNH