180graus

Mais uma do Aedes - 11/02/2016 às 16h41

Aedes aegypti também pode transmitir doença entre cães

Conforme esta coluna já havia anunciado no dia 08/12/2015, o Aedes aegypti pode transmitir outras doenças além das já detectadas em nosso meio. Á época tratamos apenas de possíveis viroses que podem ser transmitidas, porém, pode também haver transmissão de outros patógenos, como por exemplo, alguns vermes, tanto para humanos como para cães.

A preocupação que tomou conta de todos, em decorrência da transmissão pelo mosquito do gravíssimo Zica vírus entre humanos, não evidenciaram tanto, a transmissão da dirofilariose canina para os pets. A dirofilariose canina é uma doença que tem entre seus vetores o mesmo mosquito transmissor da dengue, do zika vírus e do chikungunya. E a consequência é uma embolia pulmonar que pode levar à morte do animal de estimação.

Conforme coloca o veterinário André Luís Soares da Fonseca, da Universidade Federal do Mato Grosso do Sul (UFMS), "o Aedes aegypti prefere sangue humano, mas também ataca cães,” – momento em que o parasita ilofilaria immitis entra no corpo do animal e passa a se desenvolver em seu coração, podendo atingir até 20 centímetros de comprimento. O verme que fica em forma de novelo e o animal infectado chega a abrigar no coração dez larvas ou até mais, passando a se alimentar dos componentes do sangue, nutrientes e proteínas do animal, conforme alerta o professor do curso de Medicina Veterinária na Universidade Anhanguera, Dr. Rodrigo Monteiro.

Inicialmente de uma dimensão minúscula, capaz de passar pela tromba do mosquito, o verme se desenvolve rapidamente e, em três anos, chega a seu auge, com 20 centímetros, momento em que passa a causar maior estrago ao organismo. Cansaço, dificuldade para se exercitar, tosse e edema pulmonar são alguns dos sintomas.

A doença no pet pode ser tratada com medicamentos prescritos por um médico veterinário.

Filariose linfática em humanos

Uma outra doença entre humanos que pode ser transmitida pelo Aedes, como também pelos pernilongos (a nossa conhecida muriçoca), é a filariose linfática é causada pelo parasita Wuchereria bancrofti. A filariose manifesta-se na forma dde elefantíase, uma doença atualmente pouco comum no nosso meio, haja vista que existe tratamento se diagnosticada precocemente e caracteriza-se pelo aumento exagerado de membros do corpo, (pernas, braços, seios ou testículos) em decorrência da obstrução dos linfonodos pelo parasita. Apenas 5% dos infectados manifestam a doença em sua forma grave.

Publicado Por: José Vilmore

Tópicos
Antiácidos e DRC - 07/02/2016 às 07h55

Omeprazol e similares podem aumentar risco de doença renal crônica

Segundo artigo estudo no “JAMA Internal Medicine”, os inibidores da bomba de prótons, fármacos que são habitualmente utilizados para reduzir a acidez do estômago, tipo omeprazol e outros, podem estar associados a um risco aumentado de doença renal crônica.

Estudos observacionais anteriores já tinham associado a toma de inibidores da bomba de prótons a efeitos colaterais graves. No entanto, os investigadores da Universidade de Johns Hopkins, nos EUA, referem que até à data ainda não tinham sido realizados estudos populacionais que tivessem analisado a associação entre toma deste tipo de fármacos e o risco de doença renal crônica.

Neste estudo, os investigadores, liderados por Morgan E. Grams, decidiram quantificar a associação entre a toma de inibidores da bomba de prótons e a incidência de doença renal crônica na população geral e participaram 10.482 indivíduos os quais foram acompanhados ao longo de uma média de 14 anos.

No início do estudo, verificou-se que os indivíduos, dos dois grupos, que tomavam inibidores da bomba de prótons eram mais propensos a terem um índice de massa corporal elevado, a tomarem antidepressivos, aspirina ou estatinas.

Em 10 anos, o risco absoluto de doença renal crônica, entre os 322 indivíduos que tomavam inibidores da bomba de prótons no início do estudo foi de 11,8%, enquanto o risco para aqueles que não tomavam este tipo de fármacos foi de 8,5%.

No segundo grupo, ocorreram 1.921 eventos de doença renal crônica nos 16.900 indivíduos que tomavam inibidores da bomba de prótons no início do estudo (20,1 por 1000 pessoas ano) e 28.226 eventos entre os 231.851 participantes que não tomavam este tipo de fármacos (18,3 por 1000 pessoas-ano). Tal como no grupo anterior a toma de inibidores da bomba de prótons foi associada a um risco de incidência de doença renal crônica.

O risco absoluto de doença renal crônica, em 10 anos, entre os 16.900 indivíduos que tomavam inibidores da bomba de prótons no início do estudo foi de 15,6%, enquanto o risco para aqueles que não tomavam este tipo de fármacos foi de 13,9%.

Os investigadores referem que este é um estudo observacional e por isso não fornece uma evidência de causalidade. “Contudo, uma relação causal entre a toma de inibidores da bomba de prótons e a doença renal crônica pode ter um efeito considerável na saúde pública, dada a utilização generalizada deste tipo de fármacos”, concluíram os autores do estudo.

No Brasil é comum muitas pessoas se automedicarem com inibidores da bomba de prótons, porém não há nenhum estudo que façam esta relação. Aqui, temos um grande número de pacientes jovens que desenvolvem a doença renal crônica e têm que fazer hemodiálise em decorrência de serem portadores de diabetes, hipertensão ou os dois problemas associados e não tratam ou desconhecem sua condição.

Fonte: Com informações de ALERT Life Sciences Computing, S.A.

Publicado Por: José Vilmore

Sal: problemas com o excesso - 03/02/2016 às 22h28

Sal: importante reduzir o consumo

Muitos vêm o sal como um grande vilão da saúde , porém, os problemas causados por ele são pelo excesso no seu consumo, pois o mesmo é extremamente importante na condução de estímulos nervosos, na contração dos músculos e também controla a quantidade de água que fica dentro e fora das células.

Segundo a Organização Mundial da Saúde, o consumo máximo recomendado é de 2g de sódio por pessoa ao dia, o que equivale a 5g de sal. Mas a situação aqui no Brasil é preocupante, pois o consumo ultrapassa o dobro desta recomendação.

Para tentar amenizar o problema, desde 2014 o Ministério da Saúde firmou parceria com Associação Brasileira de Indústrias de Alimentação com metas para redução de sódio em alimentos processados. Para temperos, caldos, cereais matinais e margarinas vegetais devem ser retiradas até 8,7 mil toneladas de sódio até 2020. Já para macarrão instantâneo, bisnagas, pão de forma, pão francês, mistura para bolo, salgadinhos de milho, batata frita/palha, biscoito e maionese a previsão é de 20 mil toneladas para o mesmo período.

Hipertensão arterial, doenças cardiovasculares e renais são algumas das principais consequências do consumo exagerado. Mas como saber a quantidade de sódio daquilo que você está comprando no supermercado?

Segue algumas dicas:

- Preste atenção às informações nutricionais no verso das embalagens. Se a quantidade de sódio for superior a 400mg em 100g do alimento, evite.
- Evite também usar temperos prontos e caldos concentrados.
- Utilize ervas desidratadas, temperos naturais, pimenta e sucos de frutas para temperar os alimentos.
- Evite o uso de gordura animal como o bacon e toucinho.
- Retire o saleiro da mesa.
- Não coloque sal na comida depois de pronta.
E uma última dica: o organismo demora até 3 meses para se acostumar com uma dieta com menos sal. Pela boa saúde, vale fazer uma forcinha.

Fonte: caespsaude.com.br

Publicado Por: José Vilmore

Tópicos
TPM - 01/02/2016 às 15h26

Alimentos que ajudam a evitar os sintomas da TPM

Muitas mulheres tem mensalmente a sua rotina alterada pela Tensão Pré-Menstrual - TPM. Os sintomas de TPM podem ir de um simples inchaço no baixo ventre, dores nos seios e enjoos, até dores de cabeça, prisão de ventre e câimbras.

O que muitas mulheres não sabem, é que a alimentação durante esse período pode interferir significativamente no agravamento ou alívio dos sintomas de TPM, podendo levar ao que se conhece como disforia pré-menstrual, um grau de TPM mais intenso.

Nestes casos, especialistas recomendam que, além de todos os cuidados alimentares, o uso de alguma medicação especifica pode ser necessário. Uma dieta saudável é capaz de amenizar os desconfortos da síndrome pré-menstrual.

Nutrientes e os alimentos recomendados

Cálcio: Acredita-se que uma ingestão elevada de cálcio pode prevenir as alterações no humor antes e após o período menstrual. Assim, um copo de leite magro extra ou uma xícara de couve por dia parecem ajudar na cura ou prevenção destas alterações. O cálcio alivia as cólicas, as dores nas costas e o nervosismo, diminui a contração muscular dolorosa do útero e diminui a retenção de líquidos. As melhores fontes naturais de cálcio são: leite e seus derivados, os vegetais e as folhas verde escuros, a couve e o brócolis. Uma boa ingestão de cálcio ainda é importante para a prevenção de câimbras, que podem ocorrer devido ao desequilíbrio de sódio e potássio, que favorece a entrada de cálcio na célula provocando a contração. Neste caso o ideal é o consumo de alimentos ricos neste nutriente (cálcio) já mencionados acima, incluir também o brócolis e repolho principalmente.

Manganês: a forte intensidade do fluxo menstrual pode ocorrer devido à carência dos alimentos ricos em manganês. Para ajudar a prevenir essas perdas menstruais anormalmente intensas, ingerir alimentos ricos nesse nutriente como frutas (principalmente abacaxi) e vegetais; grãos integrais; nozes e sementes.

Amidos (em pequena quantidade): a ingestão reduzida de carboidratos ricos em amidos (pão, batata, massas, aveia, arroz) a cada 3 horas, e uma hora ou menos antes de se deitar ou levantar, combate os sintomas da TPM.

Vitamina B6: essa vitamina combate o enjoo, a cefaleia e a irritabilidade. Boas fontes de vitamina B6: o arroz integral, o germe de trigo, a aveia, o amendoim, nozes, a batata em geral, a banana, o salmão, o atum e o fígado de boi.

Vitamina E: evita dores de cabeça, dores nas mamas e cólicas. Boas fontes: os cereais integrais, as nozes, as castanhas, o azeite de oliva, a azeitona, o óleo de soja e de girassol, o milho, a gema de ovo, e o agrião.

Magnésio: este mineral tem função complementar às funções do cálcio, portanto pode diminuir dores na intensidade de contração dos músculos. São boas fontes de magnésio as folhas verdes escuras.

Ácidos Graxos: reduzem a irritabilidade e as dores nas mamas. Boas fontes: os óleos de peixes marinhos e frutos do mar (ricos em ômega 6 e ômega 3). Bons exemplos: salmão e atum.

Vitamina D: necessária à assimilação de cálcio e magnésio nos ossos. Porém, não é específico para a TPM, e sim para toda a vida da mulher, pois previne a osteoporose.

Alimentos que devem ser evitados para reduzir os sintomas de TPM

Café: um dos fatores que podem afetar negativamente a TPM é a cafeína, portanto seria adequado não ingerir bebidas que contenham a mesma, como chá, café ou refrigerantes. O cafézinho, embora pareça inocente, atua sobre o sistema neurossensorial, age sobre o metabolismo, acelerando o coração e a digestão. Além disso, pode conter inúmeras substâncias provenientes da torrefação do café que são tóxicas e muito prejudiciais ao fígado e à vesícula biliar. A cafeína também pode causar câimbras, insônia, dores de cabeça e irritabilidade.

Chá Preto: atua no aparelho digestivo provocando prisão de ventre, um dos sintomas de TPM mais incômodos juntamente com a dor no baixo ventre.

Chá Mate: tem ação estimulante sobre o sistema nervoso, embora não é tão forte quanto o chá preto e o café.

Guaraná: contém cafeína três vezes mais do que no café, por isso deve ser evitado nesse período.

Chocolate: tem função semelhante ao café e o chá. Deve ser ingerido com moderação devido ao alto teor de gordura, podendo ocasionar ganho de peso.

Adaptado do texto original de Renata Rodrigues de Oliveira

Fonte: Com informações do Terra

Publicado Por: José Vilmore

Tópicos
FACID - 27/01/2016 às 18h20

Novos Bacharéis em Farmácia pela FACID

Hoje, 27 de janeiro 2016, cola grau a turma 2015.2 do curso de farmácia da FACID.

Pela qualidade do time de professores da instituição, nos passa a certeza de que serão dezenove novos jovens farmacêuticos aptos e muito bem preparados para assumir a responsabilidade de cuidar das pessoas, onde que que venham a trabalhar, seja em laboratórios de análises clínicas, hospitais, farmácias comunitárias ou em qualquer de área de atuação do farmacêutico.

O nome da turma é uma homenagem ao Prof. Jeorgio Leão, que, além de professor é também coordenador do curso. Mestre conhecido não somente pela capacidade técnica, mas também pela dedicação e empenho na formação de novos profissionais.

Me sinto honrado e muito feliz por ter sido convidado a ser Patrono da turma, convite que prontamente aceitei.

Desejo ao novos Bacharéis, uma carreira promissora e uma vida de realizações, pedindo-lhes apenas que se mantenham fieis ao juramento que farão esta noite.

Publicado Por: José Vilmore

Tópicos
Carregando, por favor aguarde...
BrJus - Vendedor
10 melhores piores prefeitos
18 Piauienses + Influentes de 2015
unimed fev
BrJus - Freelancer
Últimas Notícias
13h45 Estudante desenvolve projeto de rede social e busca apoio nos EUA 13h40 Domingo Espetacular vai exibir história do 'cajueiro gigante' localizado no Piauí 13h35 Ximbinha nega agressão a Thábata e pede fãs da Calypso para deixá-lo em paz 13h04 Apple está produzindo seu primeiro seriado de televisão 13h01 Equipe de Saúde se reuni para Avaliação do primeiro ciclo de enfrentamento ao Aedes Aegypti. 13h00 Federação marca jogo amador para estádio sem condição; veja as fotos 12h58 GRAVE ACIDENTE entre moto e caminhão mata 2 pessoas 12h48 13 órgãos abrem inscrições para 604 vagas nesta segunda-feira; saiba mais 12h46 Movimentação de Luciano Nunes levanta suspeitas dentro do TCE do PI 12h45 Suspeitos de arrombar carros e que agiam em THE são presos; detalhes 12h41 Bandidos arrombam Correios do bairro Promorar em THE durante madrugada 12h37 Prefeitura do Piauí contrata mais de R$ 500 mil só para a locação de veículos 12h32 Irmão de ator é suspeito de aplicar golpes em Camarote na Sapucaí-RJ 12h29 Lula está sendo objeto de grande injustiça, afirma Dilma Rousseff 12h18 Vem aí o 52º Aniversário de Campinas do Piauí. 12h17 Arquibancada grita Ivete na chegada de Claudia Leitte ao sambódromo 12h02 Equipe do 'The Voice Brasil' pode sofrer nova mudança 11h54 Luana Piovani conta sua preparação para posar nua: 'Personal proibiu coxinha' 11h52 Monica Iozzi e Klebber Toledo trocam muitos olhares e carinhos na Sapucaí 11h50 Apresentação do Pelc reúne moradores nas comunidades Chapadinha e Lagoa Dantas. 11h43 'BBB16': Ana Paula comenta atitude de Matheus após briga com Renan; 'Leva e traz' 11h35 Nasce primeiro filho dos ex-BBBs Adriana Sant'Anna e Rodrigão; 'É um menino' 11h35 Secretaria de Saúde confirma que índice de infestação em Campo Maior é menos de 1% 11h34 Servidor de armazenamento do TJ garantirá segurança de dados do PJe 11h31 Bloco Me Curte 2016