180graus

PROVA VAI ATÉ ÀS 17H30 NO PI - 27/10/2013 às 12h30

'Lei Seca' é o tema da redação do Enem; veja dicas para poder ir bem

Galaxy

O MEC/Inep acaba de divulgar o tema da redação do Enem 2013: “Efeitos da implantação da Lei Seca no Brasil”. Sobre esse tema, os participantes devem desenvolver um texto dissertativo-argumentativo segundo os critérios definidos no Edital do exame.

Os participantes desenvolverão a redação a partir de leitura dos textos motivadores apresentados no exame.

Neste ano a correção da redação do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) ficará mais rígida. Entre outras mudanças, o governo anunciou que nenhum tipo de deboche será permitido na prova de redação do Enem deste ano. Em 2012, candidatos escreveram uma receita de macarrão instantâneo e o hino do Palmeiras no meio do texto e, ainda assim, não zeraram. O Enem será aplicado neste sábado (26) e domingo (27) em todo o país.

A prova de redação será no domingo, junto com questões de linguagens e matemática. No sábado o Enem terá provas de ciências humanas e ciências da natureza. Muitos candidatos ficam em dúvida sobre que estratégia adotar em relação à redação. Começar a redação primeiro e depois responder às questões das provas de linguagens e matemática? Ou fazer as 90 questões para depois se concentrar na redação. No total, o estudante terá 5h30 na prova de domingo para fazer a redação, responder todas as perguntas e passar tudo do caderno de provas para a folha de respostas.

A professora Arlete Salvador, autora do livro "Como escrever para o Enem" (Editora Contexto), recomenda que o candidato comece a prova do domingo pela redação. “Ele vai estar mais descansado, pode ver o tema com mais calma e já elaborar o roteiro do que vai escrever", afirma. Ela recomenda que o aluno coloque as ideias no rascunho e faça um texto de 30 linhas. Assim que terminar, pense em um título que sintetize as ideias. Em seguida, passe a limpo com calma e boa caligrafia para a folha oficial que será entregue ao final da prova. Veja dicas de Arlete Salvador para a redação do Enem:

1) Calcule o tempo. Separe uma hora para fazer a redação.

2) Encontre o tema. Organize as ideias e pense quais argumentos você vai defender.

3) Escreva primeiro no rascunho. Faça os ajustes necessários. Releia o que escreveu para ver se está tudo compreensível e se não tem nenhum erro. Só depois transcreva o texto final para a folha oficial. As boas redações não têm nenhuma rasura.

4) Capriche na letra. O examinador precisa entender o que você escreveu.

5) Divida o texto em parágrafos. Tem que dar a margem antes de iniciar um novo parágrafo. E coloque ponto final ao terminar.

6) Faça um texto com 30 linhas. Dê um título de quatro a cinco palavras. O título não é obrigatório segundo o edital, mas ajuda a enriquecer a prova.

7) Não escreva em primeira pessoa. Faça uma dissertação usando a terceira pessoa do singular ou plural (ele, ela, eles, elas).

8) Leve a prova a sério. Não faça piadinhas, brincadeiras, nem seja preconceituoso nas ideias.

9) Seja simples e objetivo. Pode escrever com simplicidade. Não precisa se preocupar com texto muito elaborado com vocabulário muito intelectual. Enem pede texto correto e coeso.

10) Não fuja ao tema proposto. Segundo o edital, quem fugir ao tema deliberadamente vai ganhar nota zero.

Correção mais rígida
A correção da redação do Enem ficará mais rígida a partir deste ano. Inserção de trechos indevidos, como receitas de macarrão e hinos de times de futebol, que fogem ao tema, poderão resultar em nota zero para o candidato. A alteração, inclusive, está explícita no edital da prova, ao contrário das edições anteriores.

Entenda abaixo o que mudou nas regras da redação do Enem:
VEJA O QUE PODE DAR ZERO À SUA REDAÇÂO

- Não atender a proposta solicitada ou desenvolver outra estrutura textual que não seja a do tipo dissertativo-argumentativo;

- Entregar a folha de redação sem texto escrito;

- Escrever até 7 (sete) linhas, qualquer que seja o conteúdo;

- Impropérios, desenhos e outras formas propositais de anulação;

- Desrespeito aos direitos humanos;

- Parte do texto deliberadamente desconectada com o tema proposto.
Fonte: MEC/Inep

Discrepância de notas leva a terceiro corretor
Todas as redações do Enem serão corrigidas por pelo menos duas pessoas. Todas as vezes que as duas notas tiverem uma diferença de mais de 100 pontos, um terceiro avaliador corrigirá a prova para que se chegue à nota final. No ano passado, essa tolerância era de 200 pontos.

Se a nota em um das cinco competências (que vai de 0 a 200) tiver discrepância de 80 pontos, a redação também irá para o tercerio corretor.

Por causa da mudança, a estimativa do governo é de um aumento no número de redações que passem pela terceira correção. Em 2012, 21% das provas estiveram nessa situação. Agora, ele afirma que essa porcentagem chegue a um terço.

Para garantir uma correção mais rigorosa, houve um aumento no número de corretores. Em 2012, foram contratados 5.692 corretores, 234 supervisores de avaliação, 468 auxiliares e dez subcoordenadores pedagógicos para o processo de avaliar as redações

Texto com piada será anulado
Para coibir tentativas de deboche na prova, um item foi acrescentado no artigo do edital que fala sobre as razões para que uma redação receba nota zero do MEC. O item 14.9.5 do edital diz que a redação "que apresente parte do trecho deliberadamente desconectada com o tema proposto, que será considerada 'anulada'".

A nova regra já estava em debate pela comissão que elabora o edital do Enem, depois que candidatos que no último Enem inseriram receita do miojo e o hino do Palmeiras no texto ganharam notas 560 e 500, respectivamente. Esse tipo de teste ao Enem, agora, será punido com a nota zero.

Veja como ficam as regras do edital para a anulação da prova:

14.9 Em todos as situações expressas abaixo, será atribuída nota zero à redação:
14.9.1 que não atender a proposta solicitada ou que possua outra estrutura textual que não seja a do tipo dissertativo-argumentativo, o que configurará “Fuga ao tema/não atendimento ao tipo textual”;
14.9.2 sem texto escrito na Folha de Redação, que será considerada “Em Branco”;
14.9.3 com até 7 (sete) linhas, qualquer que seja o conteúdo, que configurará “Texto insuficiente”;
14.9.3.1 linhas com cópia dos textos motivadores apresentados no Caderno de Questões serão desconsideradas para efeito de correção e de contagem do mínimo de linhas;
14.9.4 com impropérios, desenhos e outras formas propositais de anulação, que será considerada “Anulada”.
14.9.5 que apresente parte do trecho deliberadamente desconectada com o tema proposto, que será considerada "Anulada".

Nota mil só com domínio da língua
O ministro Aloizio Mercadante afirmou durante apresentação das novas regras no dia 8 de maio, que a partir deste ano, o candidato terá que "ser muito mais rigoroso para tirar a nota máxima". Ele disse que a primeira competência (demonstrar domínio da norma padrão da língua escrita) terá o item 5, que equivale à nota mais alta da competência, alterado para aumentar a exigência.

A partir deste ano, para tirar a nota máxima nesta competência, a redação só poderá ter erros de português considerados como uma "excepcionalidade" e quando "não caracterizem reincidência". O objetivo é evitar que redações com poucos desvios gramaticais ou convenções de escrita recebam a nota máxima na prova.

Publicado Por: Alex Gomes

Últimas Notícias
16h59 Botijão de gás de cozinha estará mais caro na segunda em todo estado do PI 16h47 Jornalista receberá título de Cidadão Montealtense 16h46 Município de São Gonçalo do Piauí recebe homenagem do TRT/PI em Teresina 16h46 Ruas estão sendo recuperadas na Vila Santa Lúcia 16h39 Policial do RONE denunciado indevidamente ganha indenização de R$ 20 mil 16h35 'Agora, eu sou amigo deles', diz Paulinho Vilhena sobre os paparazzi 16h03 'Boogie Oogie' tem péssima audiência nesta sexta-feira (29) 16h01 Em Olinda Nova: Prefeito Costinha deseja boas vindas a comitiva de Lobão Filho! 16h01 Desejo de Menina arrasa em Miguel Leão 15h54 Município de Redenção do Gurguéia recebe homenagem em Teresina 15h36 Denúncias de racismo no Brasil dobraram nos últimos anos 15h30 Apesar do empate amargo, Lisca destaca bom futebol apresentado pelo Sampaio 15h20 80% das escolas do município têm funcionamento regular 15h00 No Distrito Federal, principal promessa eleitoral é ‘não roubar’ 14h44 Olimpíada Brasileira de Matemática das Escolas Públicas (OBMEP) 14h34 Corrida de Cavalos atrai dezenas de pessoas 14h25 Vocalista do Ultraje a Rigor, Roger detona Astrid Fontenelle: 'hipócrita', 'mau caráter' 14h22 DUPLA executa homem com 10 tiros na casa da namorada 14h18 VEJA FOTOS: Noite de festa no parque de vaquejada Nordestão em Canavieira 14h12 Em Olinda Nova: Prefeito Costinha deseja boas vindas a comitiva de Lobão Filho! 14h03 Município de Passagem Franca do Piauí recebe homenagem do TRT/PI em Teresina 14h00 Marcelo Rezende acusa César Filho de plágio e ameaça cobrar Silvio Santos 13h59 Veja mostra como ministro ajudou Dilma para botar a mulher em cargo 13h57 Multidão recepciona Hildo Rocha em São João do Paraiso 13h57 Peti de Porto realiza quadrangular com coletivos da zona urbana e zona rural
ControlX
Mesário Voluntário

Enquete

A morte de um taxista gerou um clima de revolta em Teresina. Um dos suspeitos já presos tinha várias passagens pela polícia, mas estava solto. Com um número cada vez maior de criminosos à solta, de quem você acredita que seja a culpa?

Total de Votos: 404

Válida de 29/08/2014 a 05/09/2014

Mais lidas

    180graus no Instagramno Instagram