Busca

40237 resultados encontrados


07 de setembro de 2017
16h29

Twitter da ABRAJI repercute tentativa de empresário de tirar Portal 180graus do ar

O Twitter da Associação Brasileira de Jornalismo Investigativo (ABRAJI) aborda a nova investida do empresário investigado no âmbito do Caso IDEPI, que conseguiu impor censura judicial ao Portal 180graus. Também aborda iniciativa de Ong do Rio Grande do Sul, a Pensamento.org, que republicou matérias censuradas sobre um rumoroso caso de corrupção no Piauí.



19h33

Site de Rondônia repercute nota da ABRAJI contra censura de juíza do Piauí ao Portal 180graus

  “Censura! Protesto! No Piauí… Abraji se pronuncia” Um dos articulistas do site informativo Gente de Opinião, de Rondônia, repercutiu a censura imposta pela juíza Lygia Sampaio ao Portal 180graus. Com uma chamada “Censura! Protesto! No Piauí. ABRAJI se pronuncia”, a profissional de imprensa Marli Gonçalves fez publicar a nota da Associação Brasileira de Jornalismo Investigativo (ABRAJI) contra a “compreensão míope” da magistrada de Teresina sobre a liberdade de expressão. - Clique e veja a nota no site Gente de Opinião


18h57

Site Consultor Jurídico repercute censura de juíza do Piauí ao Portal 180graus

"LEITURA PRÓPRIA" O site Consultor Jurídico repercutiu a censura da juíza Lygia Sampaio ao Portal 180graus, após decidir sobre petição ingressada por um empresário investigado no rumoroso Caso IDEPI - suposto esquema de desvios de recursos públicos através de estradas vicinais. O site chega a ironizar a decisão na chamada ao tascar "leitura própria" e continua: - A juíza se baseia em dois dispositivos constitucionais. O inciso IX do artigo 5º diz que “é livre a expressão da atividade intelectual, artística, científica e de comunicação, independentemente de censura ou licen...


15h58

Sindicato dos jornalistas do Mato Grosso do Sul repercute censura ao Portal 180graus

O Sindicato dos Jornalistas do estado de Mato Grosso do Sul (MS) repercutiu nota da Associação Brasileira de Jornalismo Investigativo (ABRAJI) repudiando a censura imposta pela juíza Lygia Sampaio ao Portal 180graus, diante do pedido de um empresário investigado no âmbito de um rumoroso Caso de Corrupção, o Caso Idepi. Juíza do Piauí impõe censura prévia a portal de notícias  


18h21

Quem pediu censura do Portal 180graus agora pede à Justiça a sua retirada do ar

Não conformados com a censura imposta ao Portal 180graus, o empresário e a construtora que recorreram à Justiça para calar o 180, que por sua vez cobre um amplo caso de Corrupção no Estado do Piauí - investigado pelo Tribunal de Contas do Estado e pelo Ministério Público Estadual, com quase 80 procedimentos investigatórios -, pediram à juíza Lygia Sampaio, de Teresina, que o portal seja retirado do ar. Também pediram à magistrada que encaminhe determinação ao Ministério Público para que abra procedimento investigatório por crime de desobediência por desrespeito à decisão judicia...