Jovem estava desaparecido · 19/06/2017 - 10h15 | Última atualização em 20/06/2017 - 10h00

Polícia prende um dos suspeitos de matar administrador em Timon

Polícia prende um dos suspeitos de matar administrador em Timon


Compartilhar Tweet 1



A Polícia Civil de Timon prendeu um dos suspeitos de assassinar o administrador Marco Antônio Oliveira. A vítima havia desaparecido no dia 4 de junho e foi encontrado no dia 12 morto, com o carro carbonizado, na cidade maranhense.

O suspeito foi identificado como José de Jesus Pinto Neto, de 19 anos, e foi preso neste domingo (19/06) e é conhecido como 'Paizim'.

Segundo o delegado Antônio Valente, o suspeito foi preso por meio de informações coletadas. 'Pazim', junto com mais dois compassas, realizaram o crime ainda no dia do desaparecimento da vítima. “Faltam muitos esclarecimentos pois os outros suspeitos ainda não foram presos e ouvidos”, disse o delegado em entrevista à TV Cidade Verde.

O latrocínio aconteceu no dia do desaparecimento, quando a vítima passava pela BR 316 e avistou os três, um deles era conhecido, o que o levou a parar o carro e conversar. A vítima chamou os três para sair, para um bar talvez, mas no meio do caminho houve o assalto. 'Paizim' afirmou em depoimento que ao entrar no carro decidiram realizar o assalto e tirar a vida da vítima, justamente por que ele conhecia um deles.

- Marquinho Oliveira tinha 30 anos

“Após matarem a vítima subtraíram o anel de formatura e a quantia de R$ 50, o celular ainda não foi encontrado, o suspeito afirma não ter visto e alega que não foram eles que queimaram o carro, desde foi subtraído os pneus”, informou Valente.

As investigações continuam e a polícia procura os outros dois suspeitos.

- Suspeito preso em Timon

Veja também:
Carbonizado: corpo de jovem desaparecido é encontrado