'Isso é obra do inimigo' · 11/01/2017 - 17h01

Evangélicos destroem imagem de Nossa Senhora sob gritos de 'aleluia'; veja o vídeo

Evangélicos destroem imagem de Nossa Senhora sob gritos de 'aleluia'; veja o vídeo


Compartilhar Tweet 1



Um vídeo que tem circulado a web mostra um grupo de evangélicos destruindo uma imagem de Nossa Senhora de Aparecida utilizando um martelo. As imagens geraram muita repercussão nas redes sociais.

Segundo a postagem no Facebook, a gravação foi feita em Botucatu (SP). No vídeo é possível ouvir os gritos dos fieis que afirmam que a imagem é uma “obra do inimigo”, enquanto a imagem vai sendo despedaçada, por uma suposta pastora, os fiéis vão dando glória à Deus.

O vídeo vem gerando muita polêmica. Alguns cristãos mais tradicionais defendem o ato, e já outros como um pastor que fez uma postagem, repudiam a atitude, que agride diretamente a religião católica.

Veja o Vídeo:

Um dos usuários da rede social, aproveitou a postagem para pedir desculpas aos católicos, afirmando que, o que é visto no vídeo não é a posição majoritária dos evangélicos:

"Em respeito aos meus muitos irmãos e amigos católicos irei me manifestar a respeito de um vídeo que está rolando no Facebook em que uma "pastora" aparece quebrando algumas imagens, primeiro quero me desculpar por isso, essa suposta "pastora" não representa a grande maioria dos evangélicos, principalmente aqueles que são sérios, o fato de não sermos dá mesma religião não nos dá o direito de desrespeitar a crença alheia, está mais do que na hora dos evangélicos entenderem que as pessoas não são salvas pela força, este tipo de comportamento ao invés de trazer as pessoa para perto na verdade as afasta.

Quero que os meus irmãos e amigos católicos entendam que essa não é a posição da maioria evangélica, nos não concordamos com isso, infelizmente com o advento das redes sociais qualquer pessoa pode fazer o que bem entender, filmar e jogar na rede, como também qualquer pessoa descontente com a igreja em que frequenta pode sair dela, alugar um salão e virar pastor, mais uma vez eu peço aos meus irmãos e amigos católicos que nos perdoem...

Jefferson Fulvio Luiz Gonçalves