Suposto de ações intencionais · 20/04/2017 às 09h32 | Última atualização em 20/04/2017 às 10h46

'BBB17': Por agressão à Emilly, Marcos será submetido por mais investigações

'BBB17': Por agressão à Emilly, Marcos será submetido por mais investigações


Compartilhar Tweet 1



Por conta de uma agressão a Emilly Araújo durante o 'Big Brother Brasil 2017', o ex-integrante,Marcos Harter foi inciado pela Delegacia Especializada no Atendimento à Mulher (Deam) nesta quarta-feira (19/04), por lesão corporal com base na Lei Maria da Penha. A investigação aponta, após análise das imagens, das declarações prestadas e do teor do laudo pericial, que as lesões da vítima se deram em razão das “ações intencionais do autor”. O inquérito foi encaminhado ao Ministério Público.

Declarações prestadas e do laudo corporal que atestou positivo que, de acordo com o texto encaminhado à promotoria, “não deixaram dúvidas quanto á autoria e materialidade delitiva, constatando que as lesões da vítima se deram em razão das ações intencionais do autor”

O advogado também comentou que resolveu tomar a decisão porque entende que a Lei Maria da Penha deve ser aplicada em caso de violência doméstica, o que nesse caso não aconteceu, já que tudo ocorreu dentro de um reality show, o 'BBB17'.

"Não tenho nenhum vínculo profissional e pessoal com ele. Entrei com esse pedido de habeas corpus para questionar a atitude de aplicar a Lei Maria da Penha, pois as dependências da rede Globo não constituem espaço doméstico e não há vinculo familiar envolvido entre os participantes do reality". disse o advogado.

Emilly havia prestado depoimentos na segunda-feira (17/01), sobre as agressões que sofreu durante o 'BBB17', por Marcos, causando a expulsão dele. Já o medico prestou depoimento na quarta-feira (12/04), um dia antes da final do reality, tratando sobre o inquerito que apura o suposto crime de lesão corporal contra Emilly.

Fonte: Com informações do site IG