Mande o seu também! · 21/05/2011 - 11h20

Artigo de Jânio Holanda: 'Corrupção e Impunidade'

Artigo de Jânio Holanda: 'Corrupção e Impunidade'


Compartilhar Tweet 1



Em todas as sociedades humanas existem pessoas que agem seguindo as leis e normas reconhecidas como legais do ponto de vista constitucional. No entanto, também existem pessoas que não reconhecem e desrespeitam essas leis
e normas para obter benefício pessoal. Essas pessoas são conhecidas sob o nome comum de criminosos.

No crime de corrupção política, os criminosos – ao invés de assassinatos, roubos e furtos - utilizam posições de poder estabelecidas no jogo político normal da sociedade para realizar atos ilegais contra a sociedade como um todo. Hoje, Infelizmente vemos o nosso país infestado dessa podridão desde Iapoque ao Chuí.

As operações sistemáticas realizadas pela Polícia Federal país afora, a cada dia desmascara comprovadamente políticos tradicionais envolvidos em diversas falcatruas. São “lideranças” eternas acobertadas sob o manto da impunidade. Os medalhões variam desde presidentes da república a vereadores – cargo eletivo de menor expressão no sistema político brasileiro.

A própria lei dar margem para o indivíduo cometer tais criminalidades. Recentemente, a Polícia Federal colocou atrás das grades vários peixes graúdos (prefeitos, ex-prefeitos e ex-deputado) da política piauiense. Porém, ninguém passou sequer uma semana na cadeia. Perguntamos: por quê? Simples, porque todos são bandidos conhecidos como “colarinho branco”.

No Piauí, se houvesse investigações rigorosas em órgãos públicos como o DETRAN, Agespisa e algumas secretarias entre outras instituições, haveria uma verdadeira varredura de larápios instalados nesses organismos. Diariamente, os jornais apontam irregularidades, no entanto, as autoridades competentes fecham os olhos.

O enriquecimento de integrantes dos governos petista em nível nacional e local nos mandatos, respectivamente de Lula e Wellington Dias são vistos a olhos nus e alguns estão de mandatos renovados e caminhando livrementes como se o patrimônio multiplicado tivesse sido por causa dos “relevantes serviços prestados” ao estado e a nação.

São crimes de desvio de recursos de convênios, pagamento superfaturado de obras e serviços públicos para empresas privadas com porcentagem garantida; obtenção de ajuda financeira de empresários para a campanha conhecida como caixa dois, enfim todo tipo de roubalheira.

Agora, as informações dão conta de que a Polícia Federal estaria investigando parlamentares estaduais piauienses. Por enquanto, detalhes da operação ainda estão sob sigilo porque o presidente da Assembléia pediu para que nenhum parlamentar se manifestasse sobre o inquérito, que está em segredo de Justiça.

De certo é que existência de investigação da Polícia Federal envolvendo parlamentares da Assembléia Legislativa do Piauí é verdadeira e no momento não se pode entrar em detalhes em função de a ação correr em segredo de Justiça. Tem coisa exalando mau cheiro. Aguardemos os desdobramentos.

*Jânio Pinheiro de Holanda é jornalista