180graus

Conheça o projeto - 10/04/2016 às 10h08

Projeto social cria 'Big Brother felino' para incentivar a adoção de gatinhos






Casa do cartucho

As unhadas que Carolina Demazi, 30, levou quando criança, cicatrizaram como trauma. Ela detestava gatos. Mesmo assim sua mãe adotou Nina há uma década. A gatinha chegou a trazer transtornos à família. Carolina ficou um ano sem aparecer na casa da mãe. Mas quando resolveu ceder e enfrentar o medo, viu que Nina não era traiçoeira, nem alheia ao seu afeto, como imaginava. Essa conquista, anos depois, foi o gatilho para abdicar de um emprego bem remunerado e do lazer para salvar gatos.

Seus avós e sua mãe venderam seus imóveis e compraram uma casa maior no centro de Florianópolis. Carolina foi morar com eles, reservou um espaço para abrigar os bichanos e dispensou o cargo como gerente de um badalado estúdio fotográfico. Assim nasceu, há dois anos, o projeto "Adote um Ronrom".

Adote-um-romrom1.png

Em outubro do ano passado, foi criado uma espécie de "Big Brother" felino para estimular ainda mais a adoção. Câmeras exibem ao vivo o dia a dia dos gatos. Até o momento é o único projeto social do Brasil a transmitir 24h o que ocorre dentro da casa. Já foram adotados 80 gatos, 120 foram resgatados e 28 recebem auxílio --nesse último caso, são gatos que vivem nas ruas e são ajudados pelo projeto.

Antes de idealizar o próprio empreendimento social, Carolina trabalhou em diversas ONGs que resgatam animais abandonados, Por essa experiência, quis que os gatos que abrigasse desfrutassem de um local limpo, espaçoso e confortável, o que muitas vezes é inviável nos abrigos. "Não queria ser a tia louca dos gatos. Que adota sem limites e os mantém confinados, sujos e comendo qualquer coisa", disse.

Os gatos recolhidos da rua passam por triagens, exames veterinários, vacinações, tratamentos com vermífugos e castrações.

O projeto abriga 30 felinos. Em média, cada gatinho, se estiver saudável, custa R$ 120 por mês. No entanto, Carolina prioriza casos mais graves. Animais atropelados, doentes ou torturados, como Fênix, que foi queimado vivo.

Todas as despesas são pagas com doações, vendas de objetos da lojinha (canecas, chinelos e chaveiros) e através de assinaturas do Clube do Ronrom, que dá acesso ao portal de transmissão. Até o momento, há cem assinantes e 30 mil curtidas na página do projeto no Facebook: https://www.facebook.com/AdoteUmRonrom/?fref=ts

Quase 40 voluntários trabalham no resgate, no tratamento e nas campanhas de adoções, mas apenas Carolina passou a receber um salário neste ano, por decisão do grupo.

Adote-um-romrom3.png

Não é pouco o que ela faz pelos animais, além dos 30 gatos do projeto, cuida dos 19 gatos da família e de um cachorro. Todo o dia, limpa a sujeira de 50 bichos.

Também há o desgaste emocional. A fanpage do projeto é bombardeada por pedidos de socorro, mas para garantir a qualidade de vida dos abrigados, ela precisa dizer não a outros gatos.

Tem quem não entenda. Não são poucas as ofensas que Carolina recebe.

"Ano passado fiquei deprimida. Abri mão da minha vida para cuidar deles. Fiquei sem dinheiro para nada. Não tinha nem para comida. Também me sentia cansada, por que não damos conta de suprir a necessidade de todos os animais. Por mais que a gente resgate sempre haverá bichos na rua. Isso entristece. Mas cada gato que salvamos, tratamos e doamos recompensa todo o sofrimento", disse.

Pós-adoção
Mais do que encontrar donos, o "Adote um Ronrom" quer assegurar a qualidade de vida dos gatos, acompanhando também o período pós-adoção.

Há voluntários que trabalham apenas com essa missão. O resultado é bom, apenas três gatos foram devolvidos. Já Carolina realiza eventos com os adotantes, para saber se eles têm alguma necessidade.

Também há um movimentado grupo no WhatsApp, onde os donos trocam fotos, vídeos e informações sobre os gatos. Muitos se encontram para que os amimais revejam os amigos.

Adote-um-romrom2.png

Silvia Letiz é assídua no WhatsApp do grupo. Ela adotou o Carvão e o Joe, gatos pretos, que costumam ser rejeitados por crendices populares. Carvão foi atropelado, sofreu fraturas na pata, os voluntários o resgataram em um dia de chuva. Ele passou por um longo tratamento antes de conhecer Silvia. Fazia até sessões de acupuntura para sanar as dores.

"Sempre quis um animal, mas moro sozinha em um apartamento. Ficava com pena de deixar um bichinho me esperando o dia inteiro. Mas, eles se viram bem, cuidam um do outro, e quando chego do trabalho brincamos. Foi minha melhor escolha adotá-los", conta Silvia.

Caso queira conhecer o projeto, acesse: http://www.adoteumronrom.com.br/

 

Fonte: UOL Notícias

Peça seu CPF na Nota e concorra a prêmios em dinheiro. Curta a página da Nota Piauiense e saiba mais!


Quer mudar de vida?
Informática p/ concursos
Agente PRF
Casa do Cartucho
Agente PF
Informática Cespe/UNB
Últimas Notícias
04h14 CCJ da Câmara aprova criação de 52 funções comissionadas no TRT do PI 03h11 Festeja Cocal 2017 é encerrado com grande público e muita animação 03h01 Em festa da OAB-PI, Chico Lucas destaca importância de ter a advocacia unida 02h39 Esperança Garcia e Oeiras recebem medalha Mérito Conselheiro Saraiva 02h00 Bancada do Piauí estaria indecisa sobre criar fundo de R$ 3,6 bilhões 01h29 Vem Pra Rua parece ter acordado e se posiciona contra o fundo partidário 01h15 EVOLUÇÃO: casas do Minha Casa Minha Vida terão até paisagismo 00h53 Copa Piauí: Vitória do River no clássico com o EC Flamengo. Veja os gols! 00h37 Confira a abertura dos Jogos Escolares Piauienses - JEP'S 22h41 Copa do Médio Sertão 2017 21h07 Municípios se reúnem para discutir plano de Gestão Integrada 20h59 Comissão aprova proposta que valoriza Agentes Comunitários de Saúde e de Combate às Endemias 20h44 Câmara realiza sessão especial em homenagem a Teresina 20h42 Inscrições para o Garantia-Safra já começaram em Pimenteiras 20h42 Assaltante armado de faca tenta roubar e se dá mal em PHB 20h40 Caixa reduz limite de financiamento de imóveis novos e também usados 20h34 Famílias lotam a praça do Poti Velho para 'cantar os parabéns' a Teresina 20h29 Resultado das inscrições no 'Revalida' já está disponível;a 1ª etapa do Exame 20h13 Uninassau realizará aula inaugural em Educação à Distância 20h10 Sesc Caixeiral promove Festeja Parnaíba 19h46 Vereadores acusam prefeito de Dirceu de formar quadrilha 19h26 Encerramento dos Festejos na barraca do Chico Neto 18h46 Bakanas do forro no Bar do Veloso 17h32 STJ condena Jair Bolsonaro por ele dizer que não ‘estupraria’ deputada 17h17 INTERPI promove Audiência Pública na Câmara Municipal para regularizar assentamentos.

Informática p/ concursos

Mais Lidas


    Enquete

    Você acredita que Michel Temer vai...

    Total de Votos: 290

    Válida de 2017-05-29 15:46:00.0 a 2017-06-05

    Cespe/UNB
    Podium - Professor Atualidades
    Cespe/UNB

    180graus no Instagramno Instagram